segunda-feira, 12 de abril de 2010


Poema do amor louco

Algo escrito dentro de mim
No dia a dia, com a voz que não escuto
Com os olhos que não vejo
Sem sentir as mãos que me tocam
É o poema do amor louco

Tão louco
Que me trouxe a calma
A serenidade
A vontade de viver dia por dia
Sem o ontem, sem o amanhã
Só o hoje

Este é um poema
O único
Que tenho sentido
Rimar
Presença com presença
Mesmo quando a ausência é grande
Quando a distância é enorme
Porque loucamente os pensamentos se pensam

27 comentários:

Marcelo Mayer disse...

esquizofrenia poética de todas as partes, versos lisérgicos.

Memória de Elefante disse...

Paula!
Loucos somos nós, que insistimos em querer entender o Amor no plano da razão.

“Há sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucura." Nietzsche

Um Beijo

Nanda Assis disse...

sofro desse mal amiga, e vc poetizou tão lindamente.

concordo com as coisas q vc n entende viu amiga assino em baixo.

bjosss...

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Essa loucura é a mais linda aventura que existe.

Beijo, Paula!

Maria disse...

O amor é sempre criança
Por isso não pensa...
E isso é que é tão bom!

É assim que vejo o amor.
É assim que me vejo no amor...

Um beijo, Paula

myra disse...

um pouco de loucura, faz bem! e acho que qdo o amor é grande, forte, intenso é cheio de loucuras que nos fazem muitooooo bemmmmmmm!-
este poema :) poderia ter sido escrito por mim,...anos atras:)))
beijos

Gilson disse...

"Tão louco

Que me trouxe a calma

A serenidade

A vontade de viver dia por dia
Sem o ontem, sem o amanhã
Só o hoje"

Precisa dizer mais alguma coisa. Fantástico.

Everson Russo disse...

Louco que me trouxe a calma, gostei disso...acredito na loucura de todo amor, as vezes ele nos é insano mesmo e nos faz força pra nao acreditar nele,,,mas vamos seguindo sempre um caminho e tentando acreditar na medida do possivel....beijos de otimo dia prati.

Mai disse...

Quando se sente, o amor parece sempre desmedido, desmesurado e nisso a loucura do amor e do amante - amador.

É um bem querer que faz fazer loucuras.
bjo

Geraldo de Barros disse...

Paula, quanto tempo hein, já estava com saudade de suas palavras e imagens, gostei muito desse poema, gosto de escrita assim do lado de dentro

=)


beijo,
G.

Hod disse...

Beleza esse poema Paula.

Pensamos os pensamentos e eles insistentemente pulam de uma mente pra outra.

Meu blog esta comemorando 1º Niver. Vixxe como Passa rápido. Então se desejar pelo os selos ou um deles
Veja a fantasia de Laura do Coisas Frageis.

http://coisasfrajeis.blogspot.com/2010/04/comemoracao-de-abril.html

No ida do Beijo...Beijo-a face com carinho,

Hod.

Lídia Borges disse...

" Este é um poema
O único
Que tenho sentido
Rimar"

Um poema-hoje, um poema-calma um poema-VIDA...

L.B.

maisriana disse...

Parabéns! Ainda não tinha passado por aqui mas confesso que adorei. A foto também está maravilhosa! Dá uma vontadinha de atravessar esta ponte...
E tudo que é intenso é assim mesmo: "tão louco que me trouxe a calma, a serenidade, a vontade de viver dia por dia...".

C@urosa disse...

olá minha querida amiga Paula Barros, essa maravilhosa imagem, me fez sentir que o louco amor partiu para o infinito, na busca do amor definitivo... muito lindo.

paz e harmonia,

forte abraço

C@urosa

Luiz Caio disse...

Oi Paula, boa tarde!

Poema do amor louco...

Louco é o amor, ou loucos são os amantes e os poetas? É tanta loucura que eu já nem sei!

Beijos

walter disse...

Ai meu Deus!
E eu perco a razão e os sentidos...
e acho que não fico nada calmo...:)

Muito louco este AMAR!

AMEI

Um beijo amigo

Walter

Ana Agarriberri disse...

"...Porque loucamente os pensamentos se pensam..."

Lindo! De uma sensibilidade enorme. Quando tudo está distante, quando as circunstâncias estão contra os fatos... existe os pensamentos. Fortes e inevitáveis.

Beeejo pra você, boa semana.

Dani Pedroza disse...

Claro que pode encaminhar, querida. Aliás, dessa vez, a intenção é justamente essa, que a mensagem se propague. Obrigada pela sua sensibilidade de costume. Bjs.

tossan disse...

Bonito Paula, mas a foto é ótima! Beijo

Ilaine disse...

"Algo escrito dentro de mim..." Um louco e sereno amor. Uma linda poesia.

Abraço

Everson Russo disse...

Um beijo carinhoso de otima tarde pra ti amiga...fico sempre feliz com sua presença no Livro....

A.S. disse...

Paula,

Lindo poema. Sobretudo pela mensagem que deixa. Viver cada dia, cada momento, na plenitude de todas as emoções sem lembrar o ontem nem pensar no amanhã... porque tudo é tão frágil!!!

BeijOOO
AL

mundo azul disse...

__________________________________


Gostei do seu poema! Penso, que todo amor é meio louco...É justamente essa falta de sentido que nos envolve e encanta!


Beijos de luz e o meu carinho, Paula!

_____________________________

Eurico disse...

Belo poema, amiga.
Com toda a tua singularidade.

Abç fra/terno

Ava disse...

Paula...Paula...

Eu sempre a me ver do lado de dentro de seus poemas...
Eu, uma incorrígível apaixonada...

Porque viver sem sentir essas emoções não é viver...


beijos meus!

Everson Russo disse...

Uma otima quinta feira pra ti menina,,,cheia de carinho e paz...beijos.

Daniel Savio disse...

Amor não é louco, talvez ele tire a nossa razão, mas nunca sem razão para isto...

Fique com Deus, menina Paula Barros.
Um abraço.