quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Obrigada

Brinca no meu peito a palavra obrigada
Ou briga? Nem sei
Bate de um lado para o outro dentro do peito
Retorce as ideias
Embaralha os pensamentos

Me aperta tanto a jugular
Que as lágrimas aperriadas
Pulam dos olhos
Escorrem pela face
Fazendo cócegas

Não sei se enxugo
Ou se as deixo escorregarem
No tobogã das bochecas
Assentando alívio na garganta travada

Obrigada! Obrigada!
Não posso dizer
E por isso ela se debate dentro do peito
E cria sons, e cria eco, e cria palavras
E cria e pocria e recria lágrimas

Obrigada, por liberar minhas lágrimas
Enjauladas por anos dentro do peito
Obrigada, pelo habes corpos de mim
Obrigada, pela liberdade das palavras

São tantos obrigadas
Obrigadas sem fim
Descobertas, recomeços
Energias boas
Vida!

Mas não posso dizer obrigada
Sou obrigada a brincar com esta palavra
Porque depois de você
Nada me cala, escrevo, e brinco com as palavras
Emoções sentidas
Expressas ou caladas
Palavras que não podem ser ditas
Junto com a palavra eternamente obrigada


(Neste mês de agosto faz três anos que li uma matéria no jornal, depois em contato com o jornalista, e lendo mais e mais matérias,  fui brotando em emoções, lágrimas e palavras...em novembro do mesmo ano criei o blog, e então vieram mais emoções, mais contatos virtuais, alguns se transformaram  em reais....e todo dia vivo emoções....anjos se vestem de gente e nos falam a alma)

25 comentários:

Dona Sra. Urtigão disse...

É por isso que não falo obrigada a menos que seja obrigada. Uso sempre "agradecida" e digo aqui, agradecida por esta sua poesia, agradecida sempre por tudo que encontro nestas suas páginas. Agradecida!

Mai disse...

Há instrumentos que servem para abrir. Aqui agradeces a abertura de um canal por onde a emoção e a amizade fluem. Também eu te agradeço.

carinho

Uelton Gomes disse...

Olá

Aqui tem muita emoção tanto nas fotografias como nas palavras.

Muito obrigado por me responder minha curiosidade, viu só como a coisas podem mudar em fração de segundos, em pouco tempo o sol ia embora, adorei a sequncia.

Abraços

Daniel Savio disse...

Então, parabéns pelo aniversário de sua paixão pelas as palavras...

Fique com Deus, menina Paula Barros.
Um abraço.

HSLO disse...

que maravilha...viu e parabéns por esses momentos.


abraços

Hugo

Poeta Mauro Rocha disse...

Ola!! Nós é que temos que dizer OBRIGADO!! Pois você e seu blog nos leva a uma viajem de fotos, pensamentos, amizade, alegria e porque não dizer devaneios.A vida é cheia de coisas e uma delas é a certeza de que estamos aqui para também sermos anjos e dizer obrigado!

Um abraço e beijo e parabéns por você e pelo blog.

walter disse...

Olá Paula!

Antes de eu ter criado o meu blogue, eu não acreditava que alguém pudesse chorar na frente de uma tela de computador lendo algo que alguém escreveu, eu ria se me contassem...

Passou mais de um ano, e já perdi a conta às muitas e muitas vezes que aqui chorei, assim como agora me rebentam as lágrimas ao ler-te.

Tudo passa por entre fios, quer se acredite ou não!

Agradeço a Deus a Tua Presença!

Abraços
Walter

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Muito bonitpo seu poema. Igualmente lindo seu depoimento no final. Brinca muito bem com as palavras. Beijos

Maria Dias disse...

Vc passa uma intimidade, uma liberdade de sentimento incrível sabia?Aqui as palavras voam e a emoção escorre feito um rio q corre para o mar(simples assim!)...Talvez as tuas palavras estivessem presas e precisaram apenas do empurrãozinho do rio q passou correndo e te levou com ele. Aí vc ganhou omundo não foi?rs... Existem encontros q são verdadeiras obras de Deus não é?rs...

Ah! E deste encontro ganhamos todos!Teu blog faz a diferença e o q mais me chama a atenção é q vc não precisa de nenhum apelo ou artifício(só tuas palavras escritas por aqui já bastam!).

Beijinhos!

Uma aprendiz disse...

Parabéns!

Que muitos anos venham e que sua imaginação e criatividade só cresça.

Eu também agradeço as minhas amigas virtuais que me incentivaram a criar meu blog.

Isso mudou muita coisa em mim.

beijos, enormes

Te gosto muito.

Ana Lu disse...

Ei Paula!
Palavras realmente são capazes de nos trazer emoções. O seu blog é um que me traz muitas!
E eu não mostrei o meu post pro papai não, nunca mando eles lerem. A mamãe de vez enquando entra no meu blog, daí quando ela descobrir esse texto ela grita pro papai ler, ai eu aturo eles falando: Ahh, que fofinha..
Hahahahhahaah
Pais.
hahahahahha
Bjoss

Blue disse...

Sábias palavras. Lindo poema.
Obrigado, não importando o amanhã!

Sei, lembro-me da história. Será que me situei corretamente?

Palavras, escritores, jornalista, andarilha!!!!

Beijos

Paulo disse...

Obrigado não falo nem obrigado.

Beijo Paula

Nanda Assis disse...

obrigadaaaa por vc compartilhar comigo tanta poesia linda de vidaa.

bjosss...

Memória de Elefante disse...

Paula!

Pensar sobre nós e nossa vida é um exrecício.A consciência fala ao nosso coraçaõ quando ele está atento.
Somos buscantes, inquietos, naturalmente insatisfeitos.
Mas somos livres para muitas decisões.
Enfim,cultivar a liberdade mas também respeito e ternura pelo outro é o que sinto neste teu texto tão bonito!

Um beijo

Vivian disse...

...obrigada digo eu,
Alma Nobre!

bjbjbj

Everson Russo disse...

Anjos se vestem de gente e nos falam de alma,,,que coisa linda isso,,,,a vida é isso,,,um turbilhão de emoções,,,e o obrigado é um gesto lindo,,,o agradecer de um dia,,,de um momento de paz,,,de um sorriso,,,de lagrimas no tobogan das bochechas,,,gostei por demais disso...rs..rs..rs...obrigado é uma explosão de dentro de contentamento,,,de paz,,é a serenidade do espirito,,,é o reconhecimento,,,é a consideração,,,,de mim pra voce o mais sincero obrigado pela sua amizade,,,por aqueles minutos aquele dia de papo,,,por sempre me traduzir,,,,beijos de lindo final de semana pra ti...

Insana disse...

Paula sempre me encanta..

bjs
Insana

Dani Pedroza disse...

Acontece cada coisa nesse mundo virtual. Vim aqui justamente agradecer por vc continuar visitando o Impressões e deixando seus ricos comentários mesmo eu estando tão ausente daqui e até de lá. Daí dou de cara com esse post. O que me resta a não ser ficar feliz e grata? Bjs de admiração.

Eurico disse...

Obrigado, amiga.
Por tudo.

Abraço.

Carla disse...

Eu sempre achei estranha essa palavra obrigado(a). No entanto, considero indispensável o seu uso, pois ela é a expressão de um sentimento nobre e cada vez mais raro hoje em dia: a gratidão.

Obrigada pelo belo post!


Bjos

Anderson Emídio disse...

Olá Paula.

Obrigado por compartilhar suas poesias!!!
o que seria de nós sem a emoção e os sentimentos?a vida perderia o propósito,seria vazia e monótona.
A gratidão é algo cada vez mais raro na sociedade contemporânea,valores e princípios outrora importantes hoje são vistos como ultrapassados como o simples mais poderoso ato de agradecer.

Abraço e um super fim de semana.

Garota Misteriosa disse...

Parabéns... Lindo poema... Lindo mesmo!!!

Obrigada vc, por dividir um pouco de quem tu és conosco!!

Obrigada:)

Pedro Ivo disse...

Olá minha paixão, vejo que minhas paixões continuam como sempre apaixonantes.

Na verdade somos nós que devemos agradecer a todos os deuses desse mundão por ter uma pessoa tão iluminada, linda e especial como você.

Obrigado por poder sempre ter a alegria de ler alguém que me transmite tantas emoções por segundos.

Maria disse...

Abençoada a hora em que tiveste esse contacto com o jornalista... e criaste ese blog.

Obrigada, digo eu agora.

Beijo, Paula.