sábado, 19 de março de 2011


Me pergunto: como pode o Espírito Santo me falar? Me tocar? Me emocionar? Conseguir se fazer ouvido? Ser sentido?  

E me respondo: Só através de um ser humano.

Me pergunto: E como saber diferenciar o ser humano do Espírito Santo?

E me respondo: Quando as emoções são tocadas. E se transformam em pororocas do encontro dos meus rios com os meus mares, e no ruído deste encontro escuto as minhas próprias vozes e vejo as minhas imagens. Então eu surjo do mais fundo de mim. 



(Esse encontro não é fácil para discernir.
Mexe comigo e com o outro.
Só depois percebo o sorriso e o afago do Espírito Santo.
O outro talvez nunca compreenda que foi um mensageiro de luz.
Espero que ele também escute a própria voz)

obs. Ser humano-Espírito Santo
Pode vir representado por um ser masculino ou feminino.

12 comentários:

myra disse...

acho que tem que ESPERAR!!!
tuas palavras como sempre chegam à alma!
beijos

Blue disse...

Mensagem gratificante. E é através da fé, que o Espírito Santo se revela.
Ah sim, e a foto, não é uma daquelas lá de Brasília?

Beijo

Everson Russo disse...

Palavras e sentimentos que tocam a alma,,,,que moram no coração...grande beijo de sabado pra ti

Sonia Pallone disse...

Questionamentos que a gente se faz...Vc deu a resposta mais sensata. Abraçei e levo comigo. Bjs.

Ilaine disse...

Paula, é o teu encontro. As perguntas e as respostas são o fruto de tua profundeza e de tua sensibilidade. As emoções tocam e ouves a tua própria voz. E ainda há o outro, o mensageiro... É linda esta reflexão, minha amiga. E eu concordo, deve mexer um monte com você. Beijo

Ilaine disse...

Paula, olha que impressionante: você lendo lá no ensaios e eu aqui- no mesmo instante. Abraço

mfc disse...

Gosto de pessoas.
Gosto de pessoas que se abrem.
Gosto de pessoas que sabem sentir.
Gosto da forma como me escreves...

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Evoque sim o Espírito Santos e ele lhe chegará cheio de graça. Beijos

BRANCAMAR disse...

Este texto é a revelação de uma pessoa tão especial quanto tu, Paula, porque é preciso uma profunda sensibilidade para sentir esses momentos, é preciso estar atento aos outros e à sua beleza interior e essa Luz não é fácil encontrar a todo o momento.

Gostei de te ler e percebi a mensagem, porque tu és também um ser de Luz.

Beijo
Branca

Franzé Oliveira disse...

SOU EU
o PROBLEMA
nada MUDA
eNTÃO?

Luciano disse...

Desculpe a demora na visita. Andei ausente..


PAPIROS DE ALEXANDRIA

http://papiros.zip.net/

d'Alma disse...

Pergunto-me: - d’Alma, como pode um texto, seguido de tantos textos, tomar uma direcção com o objectivo de tantas direcções?!... Serão cartas abertas ao mundo, à Humanidade?!... Um qualquer sinal divino completamente perdido na auria virtual da procura incessante das palavras?!... E as palavras, quase singulares, porque são tão plurais na dúbia certeza dos fins?!... Serão o princípio de um qualquer milagre desferido sobre o acaso a salvação da felicidade?!... Ou será apenas o mesmo sonho sonhado por todos os crentes?!!...
E eu, sem respostas, respondo: -Pois!...




Bom Domingo



Abraço