quinta-feira, 19 de janeiro de 2012


série: natureza de um ser


Mar, lindo mar. Sabia que por trás das ondas imensas e revoltas, tem a água que flui em correntes mornas. Água mole. Água que vai e vem. Água fluída. És emoção, mar. E eu sabia que meu receio em chegar próximo procedia. Precaução diante da beleza escondida deste mar, de ser mar. Diante da vontade de mergulhar. E de se permitir ser tragada pelas ondas, pelo fundo encantador deste oceano. Mar, tens tubarão, tens estrelas que brilham, que no fundo, no fundo, estão encobertas em algas de desejos, que se movimentam com vida. Quando arrebatas nas pedras, é um grito de socorro, para ser livre. Porque mesmo sendo mar, nesta imensidão de ser, neste ser de encantar e encantamento, és mar. E estás preso nesta imensidão de água, que flui, e vai e vem. Talvez mar, você queira ser gaivota.




 
para ler outros escritos desta mesma série é só clicar no marcador.

12 comentários:

Paulo Francisco disse...

E ele é. Ele evapora suavemente se transformando em nuvens. Nuvens que acompanham as gaivotas.
Adorei o texto.
Um beijo grande

myra disse...

"em algas de desejos, que se movimentam com vida."amo tuas metaforas...
BELEZA!!!!!
beijos querida Paula

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

"Talvez mar, você queira ser gaivota."
...
E voar, voar, voar!...

E o mar se encontrou em nossos blogs.. rsrsrs.

Bom fim de semana Paula.

Bj

Maria Dias disse...

...Nossa o mar prisioneiro eu nunca tinha pensado, mas, as vezes olhando pra ele q encosta no horizonte eu sinto um medo...Uma ponta de tristeza...Talvez seja isso, não gosto de grades...encostas...vales...Gosto do céu com estrelas infinitas...Nuvens que voam vazias ou cheias...gosto de tudo q liberta feito a gaivota q sobrevoa o mar e pousa aonde bem quer.

LINDO o q escreveu.

Beijinhos

Maria

EDER RIBEIRO disse...

Paula, vc sabe a admiração que lhe tenho, essas séries dão valor ao estilo prosa poética.

Poeta Mauro Rocha disse...

Quem não gosta do mar ou é ruim da cabeça ou doente do pé!

enha um ótimo fim de semana.

Bjs

Dauri Batisti disse...

No coração de cada coisa há sempre o desejo de ser outra. O movimento de transformação é constante.

Everson Russo disse...

O mar é comparável ao amor,,,profundo, belo, intenso,,,misterioso,,,e quando a gente nele se joga,,,não tem a menor noção de onde vai dar....beijos de bom final de semana.

mfc disse...

Quero sempre ser gaivota a voar sobre esse mar lindo!

O Sibarita disse...

Ah, o mar, sim o mar!

Nossa! Delícia... kkkkkkkkkkkkk

O mar é emoção, sedução e desejos!

O Sibarita

A. disse...

(a)mar imenso e o medo da imensidão, quando manso ou furioso... mas nunca gaivota!...


Abraço

A. disse...

(a)mar imenso e o medo da imensidão, quando manso ou furioso... mas nunca gaivota!...


Abraço