quarta-feira, 11 de janeiro de 2012




série: o sentir da emoção


Se um dia tivesse dinheiro para comprar um barco mandaria pintar flores. Mandaria pintar com a beleza do teu sentimento por ela. Colocaria no mar, e deixaria ele navegar. Mas não sonho em ter muito dinheiro. Nem compraria um barco. Meus sonhos combinam mais com uma canoa. Então, se tivesse coragem, compraria uma canoa e pintaria com flores. Bem delicadas, feito quem pinta uma canoa de porcela. Com flores pequeninas, e a corola-coração repleta de emoção. Mas não tenho coragem. Mas sei sonhar. Ah, sonho sonhos passageiros e sonhos duradouros. Sonho em ter uma canoa de porcela, na minha estante onde guardo lembranças, pintada igual a canoa que é para o teu amor. Enquanto escrevo, surge uma ideia, estas ideias passageiras, que poderia pintar uma canoa. Mas não sei pintar. Sei furtar teus sentimentos. E guardar nas palavras, que se transformam em canoas-fantasias, navegando mares, ares, amares.


12 comentários:

Maria disse...

É a canoa mais bonita que já vi, Paula!

Beijo com saudade...

Nanda Assis disse...

que lindo. suas palavras são de porcelana pintadas com flores!!

bjos...

Dauri Batisti disse...

Oi Paula,

vim agradecer a lembrança de uma música para minha postagem de hoje. Como estava meio sem idéia de qual, partí para uma certa, que gosto muito. Olha, não sou lá grande entendedor de música clássica, mas tenho apreço por Gustav Mahler. Escolhi o "adagietto" da 5 sinfonia que não me canso de ouvir.

Vejo que os barcos rendem coisas bonitas. PARABENS!

Paulo disse...

Paula, muito lindo este seu texto de sonhos e vontades.
Um beijo

myra disse...

boa ideia, pintar os barcos, eu pintaria com minhas linhas:)e sonhos...
oi Dauri, eu tbem gosto muito, muito de G.malher!
beijos aos dois!

eder ribeiro disse...

Minha querida Paula, vc voltou energizada. Meu Deus, vejo nas tuas linhas sentimentos aflorando e saltando da tela para encantar a minha alma. O meu vô era barqueiro e todas as suas barcas tinham o nome das minhas irmâs, morria de ciúmes por nenhuma ter o meu nome, dizia ele que a barca era feminina e não ficava bem colocar o meu nome. Paula eu te aplaudo de pé poe essa maravilhosa crônica. Saio com a alma cheia de alegria.

mfc disse...

Junta os teus sonhos aos teus sentimentos e farás uma viagem linda nessa barco decorado ao teu agrado!

Felippe disse...

estou viajando a trabalho e sem tempo de postar... passei rapido pra dar um oi...

Certamente voltarei pra casa nessa canoa de esperança e fantasias..

abraço!!!

Benno disse...

se eu tivesse
uma canoa eu ia viver no mar
e não iam me encontrar
eu fugia de tudo e sumia
se eu tivesse uma canoa
seria mesmo uma boa

Lista de engenheiros escritores ou artistas :

Robert Louis Stevenson (A ilha do tesouro, o médico e o monstro)
Visconde de Taunay
Lima Barreto (estudante de engenharia, teve que abandonar o curos antes de se formar para sustentar a familia)
Euclides da Cunha
Leonardo da Vinci (era tudo)
João Cabral de Melo Neto
Ivan Lins

Afinal, talvez não sejam tão frios assim. ConheÇo muitos engenheiros que são poetas, músicos, etc.

BRANCAMAR disse...

Olá Paulinha,

Um texto lindo e pleno de afectos e sentires.

Tenho uma predilecção muito grande por barcos, mas também mais do estilo canoa. Barcos e zonas de pescadores são a minha ha perdição.

Acho boa ideia que a tua canoa tenha flores, flores que representem sentimentos e que deias muitos passeios nela, :)

Beijinhos
Branca

Benno disse...

claro, eu fiz a lista de verdadeiros poetas e artistas, nem sempre verdadeiros-engenheiros. eu sou um verdadeiro engenheiro, mas digo humildemente que não sei se sou um verdadeiro poeta, talvez um verdadeiro aprendiz de poeta.

O Sibarita disse...

Fia, tem coisa melhor que isso? Sonhos, fantasias e navegando por todo eu, por todo corpo?

Tem não, né? Então... hummmm! kkkkkkk

Tá mil seu texto!

O Sibarita