terça-feira, 10 de janeiro de 2012


 
série: o sentir da emoção

 
Logo depois que escutei a música que você indicou, cliquei na música Carinhoso. Preciso fazer uma pausa neste pequeno conto.  Escrevi cliquei só para não mentir. Porque antes havia escrito vitrola, e ia transformar você num personagem, mas não sei ainda fazer estas transformações. Não escuto carinhoso na vitrola, e sim na tela do computador.  Este pequeno conto não combina com mentiras, ele pode ser até uma invenção. Ou algo que vem da minha imaginação. Só isso, fim da pausa. Continuação do meu conto. Escuto carinhoso. Antes você me indicou uma música, e me emocionei. Carinhoso combina com a trilha sonora de todos os contos e poesias que escrevi quando meus olhos te acompanharam. Meu coração, não sei por quê, bate feliz quando te vê... Nada mais que a música diga, te diria, não te amo. Nem quero que venha matar esta paixão que devora meu coração, não sinto paixão por você. Outro sentimento me devora. Admiração. Gosto de sentir meus olhos te seguirem. Mesmo que fujas de mim. E meus olhos ficam sorrindo, mas eles também choraram. E então fico feliz, muito feliz. Preciso terminar este conto. Já repeti várias vezes a música Carinhoso no replay, e me repito, em te seguir.



11 comentários:

Paulo disse...

Mas se o coração bate feliz é o que mais importa nesta hora.
Um beijo

Sonhadora disse...

Minha querida

São sintomas de amor...apenas isso.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Vivian disse...

...meu coração,
não sei porque,
bate feliz...
quando TE LÊ!!!

smackssssssssssssss

myra disse...

mesmo que fujas de mim...sim, feliz!!!
tem razao...
beijos

Maria Dias disse...

...Vc é uma mulher apaixonada,pela vida,pelas palavras,pelo amor q sente. Nao importa se este amor é ou não correspondido, importa q vc é preenchida pelo amor q sente e q te faz caminhar,sonhar,fazer planos...Lindo o q vc vem escrevendo!

Beijos

Maria

P.s. Estou de férias mas hora ou outra dou uma olhadinha por aqui.rs...

Everson Russo disse...

A musica sempre teve esse poder de nos fazer viajar longe,,,em caminhos jamais percorridos,,,toso nós temos uma trilha sonora na vida...beijos de bom dia.

eder ribeiro disse...

Talvez eu erre neste comentário, mas achei a crônica bem diferente do seu estilo, e por isso, inovador e cativante. Bjos.

Benno disse...

se cada poema eu fizesse um post, ia ser uns 0,005 comentários por post e quem ia me perder seria eu, sem saber por onde começar...hahahaha. quem sou eu a não ser um pretenso poeta que não sabe o que dizer e dai diz qualquer coisa. Beijo

Benno disse...

A admiração é uma forma de amor. A paixão ignora todos os defeitos e os transforma em qualidades. O amor verdadeiro e puro, aceita os defeitos ainda que os reconhecendo, se concentra nas qualidades. A admiração é pouco disso, se concentra tanto numa qualidade que ignora os muitos defeitos, pois as pessoas que excedem em alguma coisa, carecem profundamente de outras e não há gente perfeita, só nos romances baratos das novelas. Gostei muito da forma que colocou seu aposto sobre o clique e a vitrola, ficou muito natural e deu uma dinâmica especial ao seu conto :)
Beijos

mfc disse...

A música faz-nos sempre sonhar... e porque não viajar também?!

O Sibarita disse...

Ué! kkkk Qual a próxima musica? kkkk

Não ama não, é? Ah bom... kkkk


Fia, vc não tá prá brincadeira não! kkkkk Quem será! ô Deus! kkkk

O Sibarita