sábado, 26 de janeiro de 2013

Rastros - 5





O que eu disse que não serve para compor a mim, apagarei. Vou destruindo minhas pegadas na areia, antes mesmo que o mar venha e as apague. Palavras, palavras, palavras.  De que serve? Para que serve? Somos contraditórios entre o falar e o agir. Entre o escrever e as ações. Faz parte da vida. Do ser humano. O equilíbrio da palavra se perde diante da emoção. A sensatez é um fio descoberto.



4 comentários:

EDER RIBEIRO disse...

e assim vamos, nos fazendo e desfazendo. bjos.

brisonmattos disse...

um dos maiores erros do ser humano é esse...Falar e agir diferente

Anônimo disse...

"Seja,porém, o vosso falar: sim,sim,não,nao!"
Mateus

O Sibarita disse...

Desfazer? Como? kkkkkkkkkkkk Aqui em Jáuá para apagar essas pegadas tá difícil... kkkkkkkkkkkkkkkkk


O Sibarita