terça-feira, 31 de dezembro de 2013




Último dia do ano de 2013. Eu ainda a mesma. Amanhã o primeiro ano de 2014, eu ainda a mesma. Preciso mudar algumas coisas, sim, preciso. Algumas não vou conseguir, e mesmo assim viverei 2014. O inusitado sempre aparece, trazendo lágrimas ou sorrisos, não saberemos. Na realidade um ano sempre traz com ele os dois, sorrisos e choros.  Quanto a mudar, em algumas coisas é melhor mesmo que eu não mude, foram mudanças que consegui ao longo dos anos, com mudança de pele, com sonhos adquiridos, com metas cumpridas, com lágrimas derramas, sorrisos e experiências. Um novo ano,é sempre como se à nossa porta batesse a esperança de dias melhores, de novidades, de oportunidades, uma luz pela fresta da porta que algo novo possa acontecer, uma esperança que seja sempre melhor do que o ano que termina, medo dos dias que estão por vir. Um fim de um ano e o começo de outro é sempre momento para refletir, fazer um balanço de nossos atos, do que foi feito, do que não foi efeito, mais uma oportunidade de refletir. Mudar, ah, mudar, se faz necessário em muitos aspectos, mas não é fácil, fica a esperança sinalizando que é possível. Principalmente para colocarmos em prática os sonhos, as orações, os pedidos, os desejos de paz, amor, saúde. Que venha 2014 para vivê-lo e descobri-lo.

4 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Feliz Ano de 2014...


http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/


Beijo grande

myra disse...

muito muito muito muito felizanonovo!!!!!!!!!!!!!
beijosssssssssssssssssssssss

Rui - Olhar d'Ouro disse...

Lindas palavras Paula!
Revejo-me nelas!
Um feliz 2014!

O Sibarita disse...

É sim, cada ano novo sempre precisamos mudar alguma coisa e para melhor, né não?


Aiaiaiaiai... kkkkkkkkkkk

O Sibarita