quinta-feira, 23 de julho de 2015

Vamos juntar nossas saudades
Nossos vazios no peito
Nossas tristezas
Vamos fazer uma música
Sair pelo mundo cantando
E dançando

Vamos juntar nossas lágrimas tristes
E nossas lágrimas de alegria
Nossos suores, nossas umidades de carinho
Nossos beijos molhados
E tomarmos banhos juntos
Nesta cachoeira de emoção

Vamos juntar nossas solidões
Os silêncios da madrugada
Os dias vazios
As noites em claro
Os amanheceres nublado
E viver momentos sonhados

Vamos nos permitir ouvir
Nossas histórias de vida
Passear pelo mundo deserto do nosso ser
Pelos campos dos nossos sonhos
E ficarmos deitados olhando o céu
Numa praia qualquer

Vamos sair de mãos dadas
Sorrindo os nossos sorrisos
Andar pelas ruas
Apreciar as belezas da natureza
Viajar pelas colinas
Mergulhar nos mares
E viver a felicidade 

Vamos transformar 
As dores em alegria
As poesias em momentos de vida
Vamos nos conhecer
E mudar a realidade

5 comentários:

brisonmattos disse...

acho difícil mudar essa realidade, mas achei linda a poesia de incentivo para uma vida melhor.

brisonmattos disse...

Porque pra acontecer conforme a poesia, precisa de 2.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Com amor ou com dor, vamos dr as mãos e caminhar juntos, viver é tudo isso. Parabéns, Paula.

Cidália Ferreira disse...

Uma poema com misturas de sentimentos! Amei

Beijinhos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Paulo Francisco disse...

Lindo! Gosto desse seu jeito de amar; dessa escrita parida da alma. É tão livre que dá vontade de pegar carona nessa sua liberdade.
Dona Maria, beijogrande!