segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008




O silêncio perturbou
Vários tipos de silêncios
O silêncio que não quer ouvir

O que tenho para dizer
O silêncio que cala

Quando quero ouvir

O silêncio que não deixa esclarecer
O silêncio que não deixa conhecer

O silêncio que aumenta a curiosidade
Engrandece o desejo

O silêncio das diversas distâncias

No silêncio todos os outros sentimentos
Tornam-se fantasmas
Amedrontam
Invadem soprando frio a alma

Antes as palavras cortantes
O olhar enviesado
A língua ferina

O silêncio falou alto
Gritou abrindo feridas

Calaram-se, os dois
Não falaram para os olhos
Que tanto queriam escutar




24 comentários:

Grace Olsson disse...

Paulinha, que foto interessante.ME EXPLICA PRO EMAIL. VIM TE AVISAR, SEI QUE ÀS PRESSAS, QUE TEM ALGO LÁ NO MEU BLOG PARA TI E LAYLA. TE INDIQUEI E A ELA TBMM POR QUE AS PESSOAS PRECISAM LER OS ESCRITOS DE VCS, MINHAS FLORES.

ESTOU CORRENDO QUE DIA 13 CHEGO EM RECIFE...MAS, VOU TER QUE IR A LISBOA..BEIJOS E DIAS FELIZES

Leandro Galvão disse...

Mas que bela foto! Mas que belas (e tristes) palavras...

Célia disse...

Ola Paulinha, tudo bem ?
Adorei este poema, vou atualizar meus blogger e por o link de todos que entram, espero que dê certo.
Meu marido tem um site e lá tem dicas de fotos, qdo vc. tiver um tempo dê uma lidinha.
Um beijo
Célia

http://geraldcorelli.sites.uol.com.br/

Pedro disse...

É incrível como o silêncio pode ser perturbador.

Chuvinha disse...

O silêncio fala. E nos incomoda porque fala à nossa consciência, à nossa angústia e ao que ESPERAMOS, não ao que realmente é.

Doushura disse...

I read this article
here

Layla Lauar disse...

Ah mas as vezes prefiro um silêncio,já que os olhos são mais verdadeiros do que a boca e ... silêncios só machucam quando precedidos de palavras...

Belíssimos, tanto o poema quanto a foto.

beijos querida.

Marcus Vinicius disse...

q bom q vc gostou do meu blog!
o teu tb não fica atraz ñ
vc sabe lidar com as palavras!
um abraço!
tudo d bom pra vc!
xeroo

sergio disse...

Feliz do ser que sabe utilizar-se do silêncio. Muitas vezes, o repúdio para uma agressão é o silêncio. Essa palavra passa a valer muito mais que mil revides. Abraço Paula. Já peguei uma foto do seu álbum...kkkkk.....bj e ótima segunda...obrigado pelo voto e preciso de novo todos os dias...que encheção né...mas é só até domingo! tchau linda!

bruxinha disse...

o texto é simplesmente maravilhoso. o silencio é algo que devemos sempre estar colocando em prática, principalmente ao ouvir as pessoas. Bj magico para vc!

MH disse...

Tem uma frase que eu nunca entendi muito bem, mas nunca me saiu da cabeça:
SOMENTE EM SILENCIO PODEMOS OUVIR O RUIDO ENSURDECEDOR DO INFINITO.

sei la...pra pensar

Codinome Beija-Flor disse...

Às vezes o silêncio fala mais alto para nos permitir uma melhor reflexão.
O silêncio nos faz rever o que verdadeiramente desejamos.
É bom ouvir nosso próprio silêncio, talvez tenha muito a nos dizer.
Bjos

MH disse...

Só mais uma coisa...eu tambem não confio muito em formigas. Sei la porque, deve ser porque elas so andam em bandos. rsrs

Cássia disse...

silêncio às vezes fere pior do que qualquer palavra dita.
beijos. gostei da foto.

Paulo Palavra disse...

o silêncio é daquelas coisas que tem dupla personalidade. em certos momentos, é perturbador, agressivo, enlouquecedor. em outros, é tranquilizante, apaixonante, agraciado.

Alisson da Hora disse...

Sobre o que não se deve falar, deve-se calar.

beijos

a.h.

Lay disse...

Há silêncios que falam muito mais alto do que qualquer grito; silêncios contrangedores e inquietantes. Silêncios esses que só a alma compreende. Lindo texto. beijos

Edson Marques disse...

"O silêncio gritou abrindo feridas": que lindo!

Tua criatividade poética hoje está a mil...


/// Abraços, flores, estrelas..

sergio disse...

Paula voltei para agradecer seu voto e pela amizade verdadeira e recíproca. Abraço e ótima noite

frodo disse...

Adorei o poema, Paulinha, mas adorei mais ainda a foto do outro post, a ponte... São vinte e dois anos sem passar por ela...
Beijos saudosos...

Chris disse...

Olá... sei que já faz um bom tempo... mas vim aqui agradecer a visita que você fez ao meu blog... 'Vermelho Melancia'
Amei o seu comentário e ainda mais o seu blog.
Que poema lindo...
Um grande beijo... já está adicionada no meu 'Pé de Melancia' rsrs... bjs

Milady disse...

hmmm... os silêncios têm tanto a dizer...

beijos

In pressões disse...

Vc fez um grande barulho com teu silêncio... Q bom! Parabéns! Lindo blog! Bjos

Anônimo disse...

QUERIDA,LINDO POEMA DO SILÊNCIO SABER SILENCIAR EM CERTAS OCASIÔES É UMA GRANDE SABEDORIA,AS VEZES COM O NOSSO SILIÊNCIO SOMOS + ENTENDIDOS KKKKKKKK.PARABÈNS QUERIDA.UM BJ SUZI