domingo, 18 de maio de 2008





Domingo, bairro do Recife, chamado Recife Antigo. Banhado pela lua cheia, cheíssima. A lua olhando para mim, eu olhando para ela, enamoradas, encantadas. Misturas de sons, maracatu e forró, gente de todo tipo. Reinavam a alegria e a energia que emanavam dos corpos. Corpos que se balançam andando ou parados. Sem distinção de cor ou idade. Corações pulsando ao som do maracatu. Olhos, mãos, corpos, pés numa sintonia descompassada pela emoção. Impossível não sentir as batidas do maracatu se confundindo com os batimentos do coração. Mais adiante o forró tocando, para se dançar no meio da rua, rua de paralelepípedo e de muitas histórias. Adoro forró, me transformo, sai de mim uma outra mulher. O bairro tem magia, tem encanto, que somados ao forró são uma delícia. Se tem alguém triste ou sofrendo, olhando aqueles rostos e pés, com certeza naquele momento para de sofrer. Apenas se entrega à música, ao prazer de sentir. Quando o coração acelera e bate descompassado, no ritmo da emoção, é só sentir. O resto, o próprio corpo comanda. Isso é vida.





11 comentários:

Layla Lauar disse...

"Quando o coração acelera e bate descompassado, no ritmo da emoção,"

a alma engrandece, o corpo sente e agradece e a vida acontece.

Muito lindo seu texto e a fotos também são belas.

beijos

MONICAVOX disse...

querida Paula, é tão bom curtir e fazer o que gostamos,dá uma sensação gostosa, de estarmos aproveitando nossa vida ao máximo!bjus e tenha uma ótima segunda feira.
walk on forever,monicavox

lugirão disse...

Eu tenho o privilégio de conhecer o Recife, inclusive estive no Recife antigo, muitas pessoas não sabem a importância histórica do Recife.

Boa semana.

Pedro disse...

E tem forma melhor de levar a vida do que dançando?

Poeta Mauro Rocha disse...

Quando o corpo comanda a vida é mais viviad.

MAURO ROCHA

Paulo Roberto disse...

Como Diz Luiz Gonzaga na sua mais perfeita composição sobre o Nordeste: "Belo é o Recife pegando fogo na pisada do Maracatú" A natureza ainda ajuda, o Recife antigo é magico Paula.
Só estando lá pra sentir essa magia do nosso Recife.
abraço!

Everson disse...

Eta lua,quando ela cisma de olhar pra gente não tem jeito de esocnder,ela apaixona ,conquista, inspira etc...é poesia pura,nossa,obrigado pela mensagem deixada no Livro,fiquei eu emocionado por saber que consegui passar alguma coisa,rs,,realmente a letra é recente,novinha em folha,e como eu sempre digo e uso essa minha frase,"A poesia é o segundo o instante,o momento primeiro do amor",muitas coisas que a gente escreve em estado alterado de consciencia não tem explicação,por mais que tentamos analizar o coração,ele foge e não explica nada,entendeu? não, nem eu,rs,rs,e quanto ao Renato e o Legião,eu digo assim,é so chegar na prateleira de cd's,fechar os olhos e pegar, é tudo otimo, bom começo sim, mas se quiser chorar um pouco, compre A Tempestade,se quiser um amor sofrido,perda,O Descobrimento do Brasil,se quiser o amor puro,sincero,lirico,sonhador, As Quatro Estaçoes,e depois por email eu te falo mais...rs...rs...beijos minha querida, otima semana e muita paz ao seu coração.TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE E O SENHOR É MEU PASTOR A NADA ME FALTARA.

Betho Sides disse...

Isso é muito bom Paulinha...abraços e beijos

Bandys disse...

"Sai de mim uma outra mulher"...

Tudo que nos transforma deve ser aproveitado, usado e fortalecido dentro de nós.

É como se a alma fosse lavada com a chuva e posta no sol pra secar.
Beijos

SERGIO RICARDO disse...

MUITO LEGAL PAULA. VC UNE CULTURA, ESPAÇO E SENTIMENTOS NUM SÓ ESPAÇO. ABRAÇO E ÓTIMA SEMANA! BJ

O Sibarita disse...

Oi fia, enquanto, você olhava a lua do Recife antigo, eu daqui de Jauá deitado na rede olhava também a lua e nela eu via os seus olhos brilhando, refletindo nos meue espelhos que uma recifence me enviou de Olinda! kkkkkk E ai? kkkk

E ai que eu tomei uns cravinhos com tira-gosto de agulhinhas fritas e molho lambão.(Tá com água na boca, tá fia? kkkk

Se preocupe não! kkk Como não sou gulouso guardei para você, faça fé! kkkkkkkkkkkkkkk

Agora, venha rápido, sabe como é né? kkk

De repente aquela lua que vimos você dai e eu de cá aparace e ai eu não vou perdoar... vou ter que comer! kkkkkkkkkkkkkkkkk

Ai que rede legal essa minha, uma preguiça retada, só tô escrevendo é por causa de você... kkkkkk

Bjs
O Sibarita