terça-feira, 26 de agosto de 2008

Se queres beber
Faça de mim
Seu bar predileto
A mesa para apoiar as mãos
O guardanapo para o seu escrever
Dos meus suspiros sua inspiração
Dos meus gemidos a sua criação
Faça de mim o seu poema
Escreva e reescreva
 Burile em busca da ressonância do sentir
Se queres beber
Faça do meu corpo o teu copo
Beba de mim o teu momento sublime
 Embriague-se com os meus desejos
Faça das minhas fantasias o teu momento de tontura
 Ande trôpego pelos caminhos do meu corpo
Sem acertar os passos
Cambaleando nas esquinas dos meus espaços
 Me ajudando no compasso
No compasso do meu sentir com o seu
Perca-se em mim
Para nos acharmos
Se queres beber
Beba-me
Até a última gota

19 comentários:

pri disse...

oi...passeando pela net parei aqui...:)
Te ofereço meu award e presente, pois gostei
muito do seu cantinho.
Uma ótima quarta prá vc...bjosss PRI ;)

Alisson da Hora disse...

bem, agora, neste momento, estou bebendo de verdade, pra tentar espantar meus fantasmas...

beijo

:'(

lane disse...

é tao bom nos perdermos para nos acharmos,nos perder nos momentos maravilhosos que só o amor verdadeiro propicia!

é muito bom ler vc,seus instantes tão maravilhosos, divididos em letras tao lindas!!!!!bjsss

Layla Lauar disse...

Tim-Tim... é isso aí "dê de beber a quem tem sede", ainda que a sede seja de paixão.

Muito bom seu poema!

beijos

Pena disse...

Linda Amiga:
Um poema doce e sedutor.
Fala de uma entrega que vive em si e na profundidade existencial do seu fantástico Ser.
Neste sensível sentir explode uma sensualidade enorme, grandiosa e criativa.
Excelente, amiga.
Beijinhos amigos que respeitam, estimam e consideram.
Sempre a admirá-la

pena

Jardineiro de Plantão disse...

Que bebedeira fantástica.
Que sensualidade.

Que bom dar de beber assim à paixão.

Abraços

sergio disse...

Você tem receitas infalíveis para manter a chama de um grande amor. Da forma como está descrito e em sendo realizado é um momento único para se viver um grande amor. bj Paulinha!

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

É muito lindo e bem feito o seu poema, Paula, sinal de que entende do métier. Querida, eu a convidei para apreciar o meu post anterior e vc não foi. Gostaria muito que fosse neste. É longo, então recomendo às pessoas apertaredem a tecla "page down" e pararem no que lhes interessa. No fim do post, há um jardim, com muitas rosas, uma casinha e um banquinho, onde se pode descansar antes de visitar o meu castelo.
Um beijo,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com

vilminha disse...

hum acho que eu ia querer pedir pra consumir até o copo.kkk. Muitooo sensual e delicado, você se superou, parabéns. Beijos e uma ótima quarta-feira de sol e muita luz, paixão e amor.

Landinho disse...

Estou bêbado, hic... hic...

Everson Russo disse...

Faça de mim o acorde perfeito de tua sinfonia, a rima perfeita de tua poesia, o raio de sol perfeito que te acaricia, a brisa perfeita que em teus cabelos com frescor te alivia, são infinitas as linhas do amor, do envolvimento, do prazer, da sedução, do toque, e como voce diz,,,se queres beber, beba-me ate a ultima gota...lindo demais seu poema, totalmente envolvente...beijos e uma linda quarta pra ti...TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE, O SENHOR É MEU PASTOR E NADA ME FALTARÁ, SE DEUS É POR NÓS, QUEM SERÁ CONTRA NÓS?

Everson Russo disse...

Voce me faz voltar sempre..rs..rs...e deve pensar assim,"la vem o chato melancolico de novo aqui"..rs...mas sabe o que é? é a tal da conexão,eu fico aqui pensando,meu Deus,o que foi que eu falei no comentario que a Paula tanto adorou?eu vejo tudo com a alma,leio, sinto,releio,sou normal,tenho meus erros,meus monstros,paranoias e coisa e tal,como sempre agradeço sau carinho aos meus comentarios,sua emoção me emociona,mas não sou tudo isso..rs...rs...já devo ter lhe dito isso,já disse a Bandys e a Izi,duas poetisas de amor que jogam em nosso time, e jogam maravilhosamente bem,voce bem sabe,não existe muito explicação no que a gente escreve,eu escrevo verde,voce le e interpreta azul,vem outro e já acha roxo,mais um vem e teima é amarelo,a poesia é isso, cada um le com o coração voltado em algum alvo diferente,não tem muita explicação ou sentido,mas deu vontade de falar..."Eu vejo o fim tão proximo,num futuro bem distante..."na minha retina fica assim,tudo que é amor,tudo que é doce, tudo que é perfume gostoso,tudo que é prazer é o segundo do momento,voce mal começou a desfrutar e pluft,acabou,é meio que a vida é assim,quando voce quer intensamente ja se foi,e num futuro bem distante é a utopia que vivemos do bom,do gostoso, do prazer,que ele se estenda sempre,nem sempre é assim,ou nunca é assim...rs...louco isso né?vivemos sempre por um fio, qualquer dia desses vou postar de novo Junho, que é a mais pura explicação de como tudo nos escorre as maõs,mas é gostoso, é ardente, é marcante...é tudo, é vida, é tristeza, é melancolia, é 8 ou 80...entendeu tudo? rs...aguardo resposta,voce me fez voltar, agora faço questao que voce tambem volte,porque eu não entendi nada...rs....beijos carinhosos querida...

Everson Russo disse...

Buuu,olha eu aqui de novo,bom,por etapas,rs, eu já disse que seria eu um pretensioso em fazer algo com meus comentarios,já pensou eu fazendo um post especial,ou uma musicas,o titulo seria,O INSUPERAVEL,INIGUALAVEL COMENTARISTA DA REDE,credo,seria o apice da mascara e da arrogancia,eu não..rs...façamos o seguinte,deixo em suas mãos a ardua tarefa de comentar os meus comentarios,assim como já o faz e deixa meu ego inflado...rs...passanado pra canoa do lado,talvez o que te chama tanto a atenção é a retribuição de tantos carinhos que recebo,não posso fazer isso que estraga a surpresa,mas o post de amanhã é especial tambem,assim como foi o pra ti,e outra coisinha,voces meus amados blog amigos,nada virtuais, e sim muito reais, me deixam cada dia mais feliz nas visitas aos meus espaços, te digo porque,depois com um tempinho, vai no Tempestade, www.givemeshelter.zip.net , e veja os dois ultimos posts, os comentarios do Sergio e da Elane,eles fizeram uma declaração de amor um ao outro pelo meu blog,olha que lindo,isso é o que vale pra mim,tive que postar hoje no Tempestade uma musica dedicada aos dois, me entende? o que voce le de mim, é o espelho do que recebo de voces...entendeu? e isso me deixa feliz e com o coração massageado de amor, o carinho da Vilminha tambem é show, ela é de uma sensibilidade impar, eu viajei literalmente com ela sentado na praia, em silencio, que ela pediu, mas escrevendo ao Livro em pensamentos...rs...assim como por varias vezes estive ai em Recife contigo, em Santos com Izi, no Rio com Bandys, em Curitiba com Sergio e Elane, eu me divido em todos voces, assim como todos voces se dividem comigo, é troca...e ainda te digo mais, será feriado nacional, o encontro de blog amigos...rs...beijos na alma, exigo resposta...rs...rs...

Dois Rios disse...

"Ande trôpego pelos caminhos do meu corpo sem acertar os passos
Cambaleando nas esquinas dos meus espaços."
---
Um amor nosseus deslimites, na vastidão de uma entrega, na amplidão de um desejo.

Lindo demais, Paula!

Beijos meus,
Inês

LANE disse...

PARABÉNS PELO SEU DIA!BJS POETISA DO AMOR E DA VIDA!!

Daniel disse...

Quanta inspiração pai eterno... Me deu vontade de beber agora... rsrs. Bjus.

http://so-pensando.blogspot.com

Maria Dias disse...

Oi Paula...

Será q tens as fases da lua?Se tens, nesta poesia estás feito a própria lua cheia...Farta...Que se doa...E derrama-se inteira pela terra...

Beijinhos moça!

Bandys disse...

Paula,

Lindo!

Se queres beber
Beba-me
Até a última gota


Fiquei rindo do seu comentário, rsrs.
Menos, bem menos, kkkkkk.
Acho que voce esta bebendo os outros demais.

Brincadeirinha, rsrsrs
De onde voce tirou isso??rss

beijos

O Sibarita disse...

Mais um belo poema da Paula!

Rapaz o bicho pegou para mim, eu não bebo e ai?

Vai, me diz sua danadinha! kkkkkk

bjs
O Sibarita