terça-feira, 18 de novembro de 2008

Em busca de si mesmo......

A menina vai pelo corredor, correndo. Chega a um lugar lindo. Tem crianças, tem brincadeiras A liberdade. Sai daquele lugar escuro. Da freira toda de preto e alta, que mete mede. Ela segue em busca da criança. Cantigas de roda, mãos dadas. Espontaneidade. Rodar, pular, brincar, ser criança. Lá tinha sonhos, brincadeiras, alegri.a Ali ela era criança. Corria pelo corredor em busca da liberdade. Podia ser criança.. É tão bonito ver a criança pegando as mãos do adulto e o conduzindo pelos corredores, pelo labirinto da mente Apertam as mãos nos momentos de medo e sorriem juntas. É muito gostoso ser guiado pela criança. Pelas lembranças e pensamentos. Fazendo todo o processo da volta. Em busca de libertar-se do passado.....

27 comentários:

Léo Mandoki, Jr. disse...

que coisa absolutamente curiosa!!! eu e vc basicamente fizemos um post sobre a mesma coisa, mas linguagens e estilos diferentes....será q existe msm essa coisa de sintonia mental pelo meio virtual???
nossa...assustador hein!!!
e foi quase postado ao mesmo tempo!!

HSLO disse...

Paula....lindo demais...viu.
Gostei muito.

abraços...
Fica com Deus,

Léo Mandoki, Jr. disse...

Paula o que mais admiro em vc é a sua educação.....leio os teus comentários com mtaa atenção e concentração, e no fim sempre encontro vc me dizendo (VOLTAREI)
vc tem uma educação aristocrática...aliás, por efeito da historia do Brasil, o Norte Nordeste é feito de gente mto mais bem educada do q o resto do Brasil....adoro gente civilizada como vc...vc é especial viu!!!

Camila disse...

"Em busca de libertar-se do passado..... " Ainda tô nesta busca, viu?!

Oh saudade de você e daqui, Paulinhaaaaaaa! Como você tá? Eu voltei, viu?!

Beijos

NOCTURNO disse...

Um salto em direcção à liberdade, revivendo momentos guardados em nós.

Beijo nocturno

Recanto de Sonhos disse...

Bonito e profundo o texto,Paula.Uma
viagem freudiana narrada de um modo
tão singelo.
Um ótimo dia para você.
Beijos.
Amarísio

Maldita Futebol Clube disse...

Coerência e coesão textuais num poema lúdico sobre reflexões e buscas...viagens, encontros e desencontros, do ser, do querer e do poder...reflexivo e poético post...gostei demais... parabéns, posso virar seu fã?rs beijos!

yehuda disse...

criança é princesa
o adulto a faz sapo

Jardineiro de Plantão disse...

Há nostalgia...no ar.

Olha que eu também sou guiado, que nem ceguinho e de mãos dadas... vou sempre atrás da palavra... anda... anda... e este é parte do açúcar da vida.

Beijo

Izi e Everson Russo disse...

Com certeza é gostoso sim ser guiado por uma criança, a gente volta no tempo, esquece os problemas, rola no chão, faz bobagens, ri, esquece que a vida é complicada, que Deus abençoe sempre o sorriso de uma criança...beijos minha querida, tenha uma linda terça feira...

Bandys disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bandys disse...

Paula,

Acredito que não nos libertamos do passado...apenas enxergamos como um espelho retrovisor.

beijos

ex-controlador de tráfego aéreo disse...

Oi Paulinha,

Às vezes fico sismando, e me pergunto se o passado nos prende ou nós é que o prendemos.

Lindo texto. Como sempre, aqui é boa leitura.rs

Um abraço!!!

Luiz Caio disse...

Um poema para você...

Já estou na estrada, e vou distante.
No peito levo o carinho, e nos olhos
a tristeza, das pessoas que me gostam.
Uma vontade imensa de voltar me invade...

Mas preciso alcançar o meu destino.
Lá, me aguardo cheio de novidades...
Pretendo me reencontrar comigo, e tomar
De volta o meu eu que se perdeu na tormenta!

De lá, através de algum vento amigo que passe,
te mandarei um novo poema, e outros mais que
me ocorram... Tudo por um sorriso seu!

Meus versos levaram meus pensamentos.
E o mesmo vento me trará noticias suas...
E a gente se encontra de repente...

LUIZ CAIO.

Peter Pan disse...

Oh, Sensacional e Brilhante Amiga:
Concebe, carinhosamente, Posts admiráveis, ternos e lindos.
Sim! Maravilhosos. De uma ternura e beleza imensas. De um prodigioso sentir e ser.
Fantástico!
"Em busca de si mesmo......
A menina vai pelo corredor, correndo.
Chega a um lugar lindo
Tem crianças, tem brincadeiras
A liberdade
Sai daquele lugar escuro
Da freira toda de preto e alta, que mete mede
Ela segue em busca da criança
Cantigas de roda, mãos dadas.
Espontaneidade
Rodar, pular, brincar, ser criança
Lá tinha sonhos, brincadeiras, alegria
Ali ela era criança..."

Um poema doce e fascinante.
Quanta extraordinária pureza jorra de si e encanta e enternece e faz sonhar e sonhar.
Tocou-me. Deslumbrou-me. Sensibilizou-me.
A sua sensibilidade GIGANTE arrebata de delícia terna.
Beijinhos de imenso respeito.
Com enorme estima e consideração pela imensa significação que jorra com enternecimento de si.
Silencio-me...sem palavras mais...

peter pan

OBRIGADO por existir, amiguinha.

GUILHERME PIÃO disse...

Independente da idade todos buscam a liberdade.
Gostei.
Abraços

Gerlane disse...

Eu suspeito, cara amiga, que todos nós precisamos, de vez em quando, voltar no túnel do tempo e resgatar àquela criança que ficou no passado. Creio que é uma maneira de nos mantermos lúcidos.


Beijos pra ti!

Lilith disse...

Além disso, observando as crianças, percebemos o que realmente significa viver feliz...

Aí a gente lembra que ainda existe uma criança em nós...mas muitas vezes está perdida nos procurando sem achar.

LINDO. MUITO LINDO O POEMA.

Bj imenso

EternaApaixonada disse...

*****

Paula,

em prosa ou verso é sempre bom parar aqui para lê-la!
Boa semana!

Beijos

*****

FERNANDA & POEMAS disse...

Querida Paula, ler-te é um exercício fantástico... Parabéns!!!
Beijinhos de carinho,
Fernandinha

Leonardo Hoffman disse...

Ao impacto do passado,só o presente da liberdade no futuro.

Beijo grande,Paula.Bom resto de semana.

Nanda Assis disse...

LINDO E LIVRE, É ISSO QUE ME PASSOU.

BJOSSS...

Jéssica V. Amâncio disse...

É mesmo sempre bom ser guiado por crianças, ao contrário de adultos elas nunca nos levariam à um lugar ruim e obscuro.

Sol da meia noite disse...

Entrelaçamos tempos, na eterna procura de nós.

Maravilhosa esta poesia!


Um beijinho *

tossan disse...

Muito bonito o seu texto. Ainda bem que vc tem uma memória! Fui comentar o Mandoki e fiquei com ciúme, 4 comentários em uma postagem só? Brincadeira.
Dá uma passada lá e veja o meu comentário. Bj

Zek disse...

Se fossemos um pouco mais inteligente jamais cresceriámos rsrsr

O Sibarita disse...

Tá muito legal o texto, eita Paula para escrever, todos os dias é minha fia? kkkkkk

bjs
O Sibarita