domingo, 7 de dezembro de 2008

 Hoje é dia de devaneios..... Para mim, dançar e o mundo virtual estão em igualdade no quesito prazer e bem-estar. Mas ando desestimulada para ir dançar, onde danço sempre. Uma amiga liga, e diz ter um aniversário, lugar diferente, para ver se eu iria. Fui. Chegando lá, olho o ambiente, tento colocar minha máscara de simpática. Mas como? Fico a observar as pessoas, os comportamentos, me perco em pensamentos. Me lembrei de uma idéia que de vez em quando tenho feito uso dela. É o seguinte: olho para as pessoas e imagino que são vocês. Vou vendo o semblante, o jeito de se comportar, penso no(a) blogueiro (a). Pronto, já dou um sorriso. Depois, num lugar assim, esqueço as blogueiras e me detenho nos blogueiros. Aquele mais afoito, o tímido, o mais reflexivo, o brincalhão, o que sorri muito, o que conta piada. Procuro o sorriso daquela foto. A barroquinha no queixo. O tipo de cabelo. Os lábios. Os olhos. A idade. Isso para os que já vi a foto. Depois vou por sentimento. Aquele que me instiga. O que tenho paixão. O que tenho carinho. O educado. O atencioso. O que conversa comigo. Tem até o que morro de paixão e é gay. Vou enquadrando todos. E sorrindo. Pensem numa moça simpática. Tinha um rapaz que eu queria dançar, ele a essa altura já era um blogueiro, discreto, na dele. Visitava ele com os olhos, assim como visito o blog. Tentava elogiar com um sorriso, a tarefa para mim é difícil. Ele chama para dançar. Acreditem vocês que ele é conhecido pelo sobrenome. E é o mesmo sobrenome do blogueiro que relacionei. Eu e minhas coincidências. Como sou tímida para algumas ocasiões, entra a etapa que eu penso que é uma conversa pelo MSN. E foi ótima a conversa.
E assim vou vivendo, dançando na vida, para fazer a vida dançar.

29 comentários:

Nanda Assis disse...

nossa, é mesmo tbm sempre que saio fico com a cabeça no meu mundo virtual. e pior que vc, fico doida pra ir embora logo rsrs.

bjosss...

yehuda disse...

imaginação não tem limites,e o mundo virtual é prodigo nesse aspecto, eufórico e triste,comico e trágico,é também uma dança,um baile de fantasmas sem mãos na cintura sem abraço sem sorrisos sem beijos escondidos sem ritmo sem vida, tortura, ausência dos cinco sentidos

Grace Olsson disse...

Paulinha, ultimamente, venho fugindo da blogosfera.kkkkk
Tento, em vao, lá fora, nao pensar nela...
Brincadeirta séria..Mas tem horas em que o virtual se confunde. Tanto no bem, como no seu caso, como no mal que me rondou recenetemente..beijos e dias felizes

Quase Trinta disse...

kkkkkkkkkk
Paulinha e não é uma boa dica essa???
vou começar fazer isso tb, ai quem sabe as pessoas ficam menos sem graça e mais interessantes...

beijos e ótimo domingo

A+☺$ disse...

hsiuahsiuahusas, gostei disso =D

Bom dia para você

Eurico disse...

Psulinha, que prazer imenso encontrar uma blogueira da minha cidade. Sei que essa é a cidade dos poetas e dos artistas, mas aqui na blogosfera só conheço um ou dois. Seja bem-vinda e começo a te seguir de hj em diante, viu?
Muita paz.

Eurico disse...

Desculpa o Psulinha, mas o A é muito pertinho do S, né, Paulinha?
rsrsrs

Léo Mandoki, Jr. disse...

ahahahahahahahah.....com essa é que vc me matou de rir!!!
já passou pela sua cabeça que alguns blogs existem justamente pq algumas pessoas não querem sair pra dançar???
ahahahahahahahhahah
já eu faço o contrário....vou ao mundo real captar imagens reais para projetar no mundo virtual...por exemplo...como eu nca vi a sua imagem....as vzs qnd estou na rua penso assim:
«hummm aquela mulher ali é bem bonita viu!! acho que vou memorizar a imagem dela e ela vai ser a paula barros pra mim»

beijos menina bonita!!!! e não me venha com abraços!

Paulo R Diesel disse...

Relaciona os blogueiros e com os da festa e identifica-os. Você me viu lá.
Eu estava..

Hhehehe

Beijo

Izi e Everson Russo disse...

Entendo a vida por ai tambem, só que troco o dançar pelo futebol e o violão, juntos com o mundo virtual, gosto de todos, não necessariamente nessa ordem, mas não consigo, ainda, associar, pessoas ao meu redor aos nossos amigos blogueiros, tenho poucos semblantes guardados, alguns se resguardam, até demais, mas é um caso pessoal, mas é interessante ir comparando e buscando uma imagem, é meio que aquela loucura que tinhamos antigamente de saber como era a carinha do locutor do radio...rs...rs...apesar de que, nos despimos muito mais com o que escrevemos do que em postar nossas fotos..rs..penso assim. Bom, passando para o Livro e seu comentario..rs..rs...ontem tive um dia estranho, normalmente faço regularmente meus posts e os deixo em rascunho, não sei o que houve comigo ontem, fique praticamente o dia inteiro no computador e não o fiz, atualizei, baixei musicas, fiz musicas, e quando me dei conta, 22 horas, lembrei do post, tinham 4 cosinhas novas, mas não estavam ainda na escala de posatgens...rs..rs..primeiro preciso ver se é aquilo mesmo, se não vai causar má impressão, bom, então me veio aquilo na cabeça, deixar uma flor aos amigos, a fantasia da mulher nua à porta, apenas se relacionou com o esquecimento da mesma aberta e por onde foi se a inspiração, e ao levantar se desesperadamente, nem se vestiu, foi uma fantasia..rs..utopia, loucura mesmo, nada com tonalidade sexual, alias, prefiro usar a sensualidade...portanto...rs...rs...avise ao ciume...rs..rs..rs...que foi nudez em nome da arte...rs...rs...boa essa né? nu artistico....rs...rs...tenha um lindo domingo, uma semana de poesia e paz, alem de muito amor no coração, beijos na alma....

Jardineiro de Plantão disse...

Certamente eu não estava na festa... até por me encontrar em outra... ou também estava?.

A pista está com livre transito, quando o avião entender pode percorrer a pista e parar os motores... kkkk, ao reler fiquei se devia apagar ou manter... mantive, a interpretação não tem conectividade, a não ser em resposta a um post... kkk.

Paula, que tenha um belíssimo domingo e dance maravilhosamente nesse e noutros convívios de amizade.

Abraços fraternos

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Paula... muito bonito o teu texto e verdadeiro... Sabes que acontece comigo a mesma coisa... Nós temos muito carinho e amizade neste Mundo virtual, que o resto perdeu a graça... Beijinhos de grande amizade,
Fernandinha

Bandys disse...

Nossa Paula,
Que imaginação!!! kkkk

Beijos

Vivian disse...

...enquanto isso eu continuo
dançando com os meus fantasmas...rss

te amo, menina das letras
encantadoras.

muahhhhhhhhhhhhhhhhh

Toni Pons Barro disse...

Buenos pensamientos y buenas fotos.
Saludos desde España mi segundo apellido es Barro ¡que casualidad¡

ex-controlador de tráfego aéreo disse...

Oi Paula!

Gostei, a criatividade habitual a trabalho de uma idéia que saiu muito bem aos olhos. Cria um papel real a partir do virtual. Esse mundo tá ficando cada vez mais interessante.

Paula só mais uma coisinha, espero que não se zangue, pois somos todos já quase muito próximos, pelo menos temos entrado nas casas e sendo bm recebidos. Esse negócio de pista e avião é coisa de controlador e não de Jardineiro, hein! rsrs

Mas foi boa também Jardineiro. Por acaso também és ATC?

Parabéns, moça das letras!

Um beijo com carinho!!!

Inside Me disse...

amei a imagem, o texto... que a vida dance para nós ^^ xeruuu

Tatiana disse...

A vida é uma eterna dança...a melodia é que as vezes muda!

Vim lhe desejar uma semana repleta de dádivas!

Um abraço carinhoso!

Beijinhos

Mai disse...

Oi, Paula.

Diferenças e semelhanças, estão na ótica de quem as vê. sabes disto, estudas isto.
Bem, linkei teu blog lá no Inspirar.

Carinho.

Juliana disse...

Nunca me desligo do meu mundo virtual, e espero dançar muito nessa vida ainda, alguns dias um tango em outros um ballet
^^

Amarísio Araújo disse...

Interessante isso,fazer do real o virtual,enquanto se segue fazendo do virtual o real.É uma dança,de fato.
Uma ótima noite de domingo e uma semana maravilhosa para você,Paula.
Abraços.

Cadinho RoCo disse...

Muito interessante esta relação que fez entre blogueiros(as) e pessoas que surgem diante de você. Gosto mais de ver do que dançar, propriamente dito.
Cadinho RoCo

Vilminha disse...

Oi Amiga. Que festa então heim, Amo dançar, com certeza vc me viu por lá com o meu habitual par de dança. Gostei da sua imaginação, as vezes sem perceber fazemos do virtual um mundo paralelo e por vezes o misturamos ao nosso mundo real, e assim quem sabe o real se torna mais suportável, menos doloroso e muito mais interessante e encantador. Mas a coincidência foi boa? Beijos e uma ótima semana.

FRAN "O Samurai" disse...

Oi Paula!

Já passei por momentos assim quando sou chamado para ir em festas.

Primeiramente é uma festa! Visto-me bem, respiro fundo e vou!

Como você disse, coloco minha máscara "boa" de simpático, mas sei que no fundo estou perdido como cego em tiroteio! Hehehe!

Fico deslocado, sem ninguém para conversar e tentando me inturmar. Difícil isso. Primeiramente a gente analisa o povo sim! Isso é fato e procuramos pessoas legais.

Mas não procuro misturar a vida, e pessoas da Blogsfera, com o do mundo real.

Acredito eu, que as pessoas do mundo real, seguem a velha frase... "A primeira impressão é a que fica"... tem um peso importante na sociedade. Se a gente não for bem visto logo de cara, a noite já era. A melhor coisa que faço é ir embora, pois se eu ficar, irei ficar muito triste e com aquela vontade de que tudo acabe logo.

Já na Blogsfera, é um mundo de sentimentalismo, onde colocamos nosso verdadeiro "eu" para fora e não precisamos de máscaras para estar aqui. Isso é o que faz a Blogsfera ser diferente.

"Aqui não é importante a primeira impressão e sim as primeiras palavras"

Mas se estamos no barco (festa), tentamos remar juntos, se não der, pule do barco, antes de vomitar!

Beijos Paula.

E se houver festas para ir, divirta-se, e não se importe com os convidados e se puder leve uma amiga... Ajuda!

[ rod ] disse...

Hoje em dia... o real e o virtual tomam uma conotação cada vez mais próxima do possível...

e vivo.

Bjs moça,







Novo Dogma:
puni(A)ção...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

O Sibarita disse...

Pois é! kkkk Ô é assim... Tá bom! kkkk

Desse jeito logo, logo vc escreve um livro sobre, tal o seu conhecimento, né não? kkkkkk

"Não julgueis para não ser julgada"

bjs
O Sibarita

Flavinha disse...

Gostei disso!
O virtual ás vezes é tão real, não? Hoje mesmo vou encontrar amigas que conheci on line.
Um xero!

Sol da meia noite disse...

Um entrelaçar de mundos...
:-)))

Beijinho *

Paulo Palavra disse...

vc viu algum com nariz de palhaço??