domingo, 10 de maio de 2009

Às Mães

A minha, eu, a mãe da minha mãe, a mãe do meu pai, qualquer mãe, todas as mães. Aos pais que são mães, muitas vezes mais mãe do que pai. As que geraram, as que escolheram, as que foram escolhidas. As presentes e ausentes nas diversas formas. As que preferiram ficar, outras não suportaram ficar e partiram. As alegres, espontâneas, sorridentes, inspiradas...... As sofridas, tristes, esforçadas, amarguradas....... As amadas ou não tão amadas. A todas que tentaram acertar e acertaram. As que tentando acertar e erraram. As que souberam ser presente, estar junto. As que na ausência fez sofrer e com a presença também. Aquelas que amaram muito, aquelas que amaram pouco. As que souberam ser mães, as que não souberam. As que tentaram ser e foram e as que tentaram e não conseguiram. As que sabem acolher, incentivar, impulsionar, erguer... As que machucaram, feriram, denegriram.... As que souberam dar vida, ensinar a vida, deixar viver.... As que mataram a alma ou o físico Todas mães um dia se questionaram do seu papel. Onde errei? Como acertar? Lembrem-se Nós, mães, fizemos e fazemos o que podemos fazer. Na sua maioria, sempre com boas intenções, sempre tentando acertar. No mais, todos os dias é dia das mães, dias intensos e extensos. Mãe que chora, rir, se descabela, chama palavrão, tem mil e uma atividades e ainda escuta “eu não pedi para nascer”. Que é compreendida ou incompreendida. Amada, mal amada, muito amada. Idolatrada, elogiada, homenageada. Anônima ou famosa. Sempre mãe. Então, mãe, parabéns por tudo. Parabéns para todas as mães. (Um dia fiz algo ou disse algo e me mãe me disse: um dia você vai ser mãe. Isso é quase uma vingança e um prazer de muitas mães. Quando somos mães compreendemos o muito de nossas mães e repetimos também, o lado que apreciamos e o lado que não apreciamos. Porém, minha resposta foi: o que meu filho/a achar que eu errei ele vai ter que se cuidar, para isso tem psicólogos. Tantos anos se passaram, continuo pensando assim. Tentei acertar, quando errei tentei concertar, errei muitas vezes, o pior deles é o que eu nem sei....o resto é com minha filha)

22 comentários:

Peter Pan disse...

Que lindo, amiguinha.
Enternecedor e extraordinário.
Sabe, é perfeita. Tem um ser e sentir de fascínio como simpaticamente valoriza tudo e todos.
Feliz Dia da Mãe que dedica a todas as mães que afagam, acarinham e sensibilizam pela doçura da compreensão e do amor.
Beijinhos amigos de um respeito imenso.
É linda, sabia?
Deslumbrado...


pena

rui disse...

Paula.....olhe gostei imenso deste seu texto...........

o que diz na parte final .....
penso que sua filha...A ama muito
voce é uma pessoa encantadora..e tudo fez por certo por ela ..foi pensando no melhor dela.....pode ter errado em algumas atitudes..
se teve coragem de dizer tambem desculpa..porque Mae tambem tem saber pedir desculpa aos filhos
nos momentos em que foi menos justa
mas as Maes querem é sempre proteger e nunca fazem nada por mal

e agora...seja um dia muito feliz
PAULA..para toda a sua familia

um beijo
Rui

Amarísio Araújo disse...

Paula,

Belíssimo o seu post,uma homenagem perfeita a todas as mães,com a sensibildade de quem compreende a maternidade em sua plenitude.

Feliz Dia das Mães pra você,hoje e todos os dias.

Beijos.

Elcio Tuiribepi disse...

O melhor de errar nessas horas é que a gente com certeza erra querendo acertar, isso é certo, estando errado ou não...
Reconhecer é coisa que fica para depois, quando assentamos as idéias e conseguimos repensar no que foi feito, aí só resta sermos verdadeiros com a gente mesmo e pedir perdão, assim ensinamos a arte da humildade...do bem querer.
Feliz Dia das Mães...

lua prateada disse...

É bem verdade tudo o que dizes mas, por mais que queiramos arranjamos sempre um pretexto para nos culparmos...
Fica aqui o desejo de um lindo fds. vamos apreciar as pequenas coisas, pois um dia, talvez olhemos para trás e descubramos que foram essas as grandes coisas.
Beijinho prateado

SOL

Blue disse...

Bela homenagem!
Parabéns a ti Mãe Paula.
Parabéns a todas as Mães.
Todos os dias são dias das Mães, dias das Mulheres.

Beijos

Pedro disse...

Mãe adora dizer "um dia você também vai ter filhos". rs

Ana Lu disse...

Aii, que lindo Paula!
E parabéns pra vc pelo seu dia!

Everson Russo disse...

Faltaram minhas tias, irmas de minha mãe,que assim que ela se foi, me acolheram como filho, e hoje me tratam assim, elas pra mim representam mãe aqui na terra, hoje o dia nao é muito bom pra mim, são lembranças, sentimentos, saudades, e pode se dizer com certeza que essa saudade de hoje dói muito mais do que a saudade que normalmente escrevo, essa é a saudade da semente geradora, daquela que fez tudo pra eu ser o que sou hoje, que nao tinha riqueza material nenhuma pra me deixar, mas me deixou a maior riqueza que eu poderia ter, seu nome e tudo que aprendi, agradeço de coração suas mensagens no Livro e te digo mais, tenha sempre aquela vontade de abraçar sua mãe, abraçe a sempre, por algum motivo ou sem motivo algum, voce não tem noçao ainda do que é quando ela falta, com toda certeza é a falta da mais brilhante estrela do ceu, é a falta do chão, é a maior parte do coração da gente que se vai, é nossa essencia é tudo...e completando o outro comentario sobre o amor, voce disse pra nós, todos nós temos que abrir espaço pra outro amor entrar, é dificil, mas temos sim, por isso que sempre digo, aproveitando a data, não existe amor maior que de mãe, amor e coração de mãe nao tem tamanho, nao tem dimensão,,,parabens pra voce, pra sua mae, e todas as maes proxmas a voce, um beijo a todas e muito carinho do amigo aqui...fiquem todas com Deus...

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA PAULA, ADOREI O TEU MARAVILHOSO TEXTO... ABRAÇOS DE AMIZADE,
FERNANDINHA

Dois Rios disse...

Querida Paula,

Você escreve com paixão, ternura e encanto.

Sou mãe e assim com todas, já errei muito tentando acertar e creio que ainda tenho muito a aprender com a minha filha. Graças a Deus tenho a humildade de reconhecer os meus erros e pedir-lhe desculpas quando necessário. E assim vamos vivendo nesse imenso mar, as vezes calmo e outras meio turbulendo, mas sempre mar de amor.

Feliz Dia das Mães!

Beijo carinhoso,
Inês

Philip Rangel disse...

Paolinha parabens a todas as mamaes...

lindo texto...bjos

Bandys disse...

Bela homenagem, Paula
beijos

Franzé Oliveira disse...

Feliz dia das ma~es menina Paula. bjos com carinho.

Francisco disse...

Que texto bonito!
É de ler e reler...e lembrar de nossas mães, mesmo as que já não estão mais aqui.
Um beijão a você e às mães de sua família.

©tossan disse...

Mãe! Elas na verdade são as pessoas mais formidáveis que existem. Beijo

Avassaladora disse...

Paula, obriga, porque em alguma frase do seu poema está minha mãe
E em outra estou eu...
Que lindo essa homenagem a todas a mães!
Meu abraço a vc, mamãe especial!

Quanto ao seu cometário sobre Clarice...rsrsrs
Vais conseguir me ler até o fim... não vais desistir..rsrsrs
Alguma semelhança...
Mas não chego a seus pés...rs

Uma aprendiz disse...

Obrigada Paula por me retratar em tantas frases.

Acredito que todas nós nos vimos no seu texto.

um grande beijo

Daniel Savio disse...

Esqueceu de dizer "parabéns para mim também"...

Hua, kkk, ha, ha, brincadeira com um fundo de verdade.

Mas parabéns pelo teu dia (mesmo que muito atrasado para isto).

Fique com Deus, menina Paula.
Um abraço.

Sol da meia noite disse...

Ser mãe é uma benção.

Beijinhos * *

O Sibarita disse...

Atrasado, mas, é isso... Uma mãe é tudo!

Belzeza de texto moça!

bjs
O Sibarita

Codinome Beija-Flor disse...

O prazer de ter filhos é ainda maior (maior do que o prazer que tívemos quando os fízemos).
Não é? ;)
Bjos