quarta-feira, 27 de maio de 2009

A pulga e o cachorro rabugento

Senti um sentimento forte. Uma raiva talvez. Quem sabe um abuso. Deu vontade de escrever algo. De filosofar. E me veio o título. Mas a história não saiu. Também filosofar com um título desses. A pulga.....o cachorro rabugento....nada. Penso em escrever por metáforas, talvez saísse até uma história bonitinha. Precisaria de muitas metáforas, as condições intelectuais não permitem tal façanha. A emocional menos ainda. Falar de um cachorro rabugento e de uma pulga, numa madrugada chuvosa, fria e dolorida é dar muita ênfase ao cachorro e detonar a pulga, ou vice-versa. Entrou por uma perna de pinto e saiu por uma perna de pato........ Essa história não tem The End. E muito menos foram felizes para sempre. Tem apenas uma pulga rabugenta e um cachorro sardento ou tanto faz. Moral da história. Toda história tem uma moral. Por mais imoral que ela seja. Por mais sem pé nem cabeça. Alguns relacionamentos me lembram essa historinha da pulga e do cachorro rabugento, a que não soube contar. Existem relacionamentos onde cada um se alimenta da loucura do outro, ambos se alimentam, não conseguem viver sem aquele tipo de loucura, mesmo que reclamem, falem mal um do outro, sofram. Enquanto isso a pulga procura o cachorro para alimentar a sua loucura......
 

20 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Dauri Batisti disse...

Pulga e cachorro. Quem é quem? Bem, cada um tem o seu lado do outro. rsrs

Um beijo.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Paula,

Todo casal tem um "q" de loucura... se a pulga e o rabujento fazem uma combinação, então que assim seja...rs

Beijo grande, menina linda.

Rebeca

-

Avassaladora disse...

Putz, Paula!

Como não sorrir com vc...rsrsrs


E acabo me achando uma pulguinha...rsrsrs


Eita vida complicada!

Mas vc achou o jeito certo de abordar esse assunto...rsrs


Essa dependência doentia...

Parasita e hospedeiro...


Vc é incrível!



Beijos e carinhos mil!



PS: Sabe o que é pior? Quando chegam com uma latinha de "neocid ou baygon" e botam a gente pra correr ou morrer...rsrsrs

Anônimo disse...

Pior que isso são os carrapatos!
não há neocid ou baygon que resolva.

Nanda Assis disse...

vc é demais, pq em meio a tanta coisa louca sem sentido, no fim vc se saiu perfeitamente bem, passando total sentido, incrivel isso. pq lemos sem saber onde vc quer chegar com tanta coisa maluca, e no fim entendemos tudo. haa vc é mesmo demais!!!

bjosss...

Maria disse...

Todo o cachorro que se preza tem sua pulguita... o mesmo se passa com a pulguita, encontra sempre um lugar de abrigo... :))
Tu és demais, Paula, que belo texto!

Beijo

Carla disse...

há muitos relacionamentos que são exactamente o que tu descreveste
beijo

O Livro dos Dias disse...

Com certeza em seus relacionamentos as pessoas se alimentam das loucuras dos outros, das fases, dos dramas, das pedras colocadas no caminho, de todo um conjunto de imperfeições, o pior do ser humano e do amor, é que quando a gente escolhe ele, ou eles nos escolhem, o manual de instruções nunca vem, dai essa pulga...rs..rs....beijos no coração e uma linda quinta feira....

Blue disse...

Muito bom. Imagino se tivesse as tais "condições intelectuais"... hehehhe... Queria que todos tivessem estas condições, com certeza seríamos um país de intelectuos!

Mas uma coisa digo aqui. Tanto a pulga como o cachorro não vivem um sem o outro, você já viu um cão sem?

Parabéns pelo ótimo texto. Fez-me pensar, serei eu uma pulga, querendo chupar o sangue de alguém?

Que possas filosofar mais vezes assim Paula. Certamente teus leitores, fãs e afins, outras bons sorridos hão de dar.

Beijos. Claro, The End muitas vezes não interessa. Vale o início e o meio. É aí que se vive!

Paulo Palavra disse...

a pulga esperta acha um cachorro quentinho, limpinho e cheiroso pra se aninhar.
cachorro rabugento n tá com nda!

Diego Gonçalves Amaral disse...

seria o cachorro rabugento por portar pulgas?

alguns nuances por trás das palavras tornam o "bobo" extremamente audacioso!

bj =)

DE VEZ EM QDO VENHO AQUI disse...

ah Paula,toda pulga tem um cachorro rabugento e vice versa, cabe saber controlar as loucuras, pior é qdo os de fora, qurem nos deixar loucos, ai minha amiga,temos q parar,respirar e ignorar, pq tem gt q só da valor qdo perde, dai qdo ve o cachorrao la com outra pulga,fica querendo pular no cachorro de novo,kkkk

e amor de vez em qdo tem essas loucuras,falam mal ,depois se perdoam e a vida continua, adorei sua metáfora, continua,adoro essas coisas.
ótima semaninha q resta e muita luz e amor pra vc!!!
bj

LOURO disse...

QUERIDA AMIGA PAULA, BELÍSSIMO TEXTO*****ESTRELAS... ADOREI!!!
BEIJINHOS DE CARINHO E TERNURA,
LOURENÇO

Francisco disse...

Às vezes, o cachorro é rabujento por causa da pulga.
Outras vezes, a pulga pode ser mais rabujenta que o cachorro. E ele acostuma.
Afinal, trair e coçar...é só começar, não é?rsrsrs
Beijão!

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA PAULINHA, ADOREI O TEU BELÍSSIMO TEXTO... ABRAÇOS DE PROFUNDA AMIZADE,
FERNANDINHA

Ana disse...

Pulga, cachorro rabujento...
Não sei quem eu seria.

Bom final de semana.

tossan disse...

Filosofando com pulgas! É a viva ela também faz parte vai...E o cão é que sofre! Cada um com a sua loucura, não é? Beijo

O Sibarita disse...

Ô tem isso é? Sabia não! kkkkkkkkkk

Mas, moça deixa a pulga e o cachorro rabugento se completarem e ai quem sabe não dê certo, né não? kkkkkkkkkkkk

-Meu cachorrinho você precisa deixar de ser rabugento...
-Eu, eu mesmo? Dona Pulga, alivie...
-Rsrsrsrsrs...Adoro você meu rabugento, sem você, eu não saberia o que seria de mim...
-É mesmo Pulguinha? Ah tô tão feliz ouvindo isso de você! kkk
-Tá, é? Adoro ficar o dia todo lhe chupando...
-Oxente! É mesmo?
-Não é o que? Adoro! É chupando seu sangue, viu fiu? rsrsrssrsrs
-Ô é? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

bjs
O Sibarita

Friendlyone disse...

E chega num ponto em que a loucura tá tão grande que nem tem mais cura.