sexta-feira, 19 de junho de 2009

(Jardim Botânico - Rio de Janeiro jun/08)


Uma conversa...... Um dia Buda chegou como quem não quer nada e sentou-se na minha mente. Eu pensei, de hoje ele não me escapa. Oi Buda, sei que estais a meditar, posso interromper. Diga filha. Desde pequena me pergunto porque você vive assim sentado. Não, filha, não vivo sentado, eu faço muitas coisas, eu vivo a vida. Apenas me sentei um dia, estava cansado e decidi contemplar a vida e a minha alma, alguém bateu um foto e espalhou pelo mundo que eu não fazia nada, só fazia pensar. Ah, entendo.... Sabe filha, sempre precisamos sentar a alma para contemplar os momentos da vida. Na vida tudo passa. Sejam os momentos intensos de alegria, de prazer, como os momentos intensos de dor. Não podemos nos perder nem na alegria, nem na dor. Precisamos sempre estar com a alma centrada em nós mesmos. Tudo passa. Aprenda isso filha. Então, sente a alma e contemple todos os momentos que estais a viver, fique atenta, todos os momentos nos ensinam muito. E nunca esqueça, eles passam. Se for alegria, alimente com o melhor de você. Se for tristeza, não a alimente, não deixe que ela coma o melhor que você possui, que é você mesma. Contemple-a, aprenda com ela, mas não a alimente. Muitos dizem, viva o momento, mas só querem viver o prazer, sem aprender com a dor. Filha, sei que não é fácil, procure tirar lições de tudo. Viver bem com você mesma não é fácil, mas nunca desista.Viva....e Buda se foi. Me deixou conversando comigo mesma.



(esse texto não tem significados com a filosofia Budista, foi só uma ideia)

29 comentários:

Eduardo Miguel disse...

Fazendo pensar.........

Déia disse...

Ótima sua idéia, todo mundo quer saber o pq Buda vive sentado rs
E adorei sua resposta!
É importante contemplar todos os momentos da vida! E aprender com eles!
As vezes dói fazer isso...mas o que dói.. se cura!
bj

Vivian disse...

...e ele como um iluminado
que é,
com certeza sentou-se contigo
em espírito, e eis que a
maravilhosa reflexão se fez...

és linda, Paula!

és linda...

bj, querida!

tossan disse...

Pode não ter significado, mas ele sabia de tudo, não é? Beijo

Vanna disse...

Gostei da ideia e concordo c/ ela.
Bjs, bom fim d semana.

Nanda Assis disse...

achei muito legal, mesmo n sendo conhecedora de tal filosofia, mas sei que a sua é perfeita é sobre a vida e suas relaidades

bjosss...

Pena disse...

É muito linda e escreveu um post fascinante, sabia...?
Perfeita. Pura. Maravilhosa.
O seu Mundo é admirável. Sensível. Doce. Muito terno.
OBRIGADO por se preocupar comigo, preocupar-me-ei sempre consigo.
Beijinhos de uma dedicação e de uma postura ímpar, respeitadores, sinceros e sentidos.
Com fascínio e encanto...

pena

Continuo a pensar uma "coisa", desculpe...
É um docinho muito lindo, sabia...?
Bem-Haja, pela pureza e beleza de si e do que faz. Linda...!

Dauri Batisti disse...

Belo post. Sensíveis e verdadeiras palavras. De fato viver o momento não é fácil. Não desistir nem fugir do agora é o caminho, parece ser.

Um beijo.

Ps.: comentei seu comentário no ESSAPALAVRA.

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Paula...bom dia...
Assim que li a primeira frase ri, é que na hora pensei na imagem do Buda, enorme, sentado em sua mente, o peso, a medida...rsrs...
Mas a sua idéia foi porreta, e a forma como descreveu o diálogo, melhor ainda.
A melhor parte talvez tenha sido quando ele a deixou conversando consigo mesma, pois a reflexão já era sua, Buda nesta sua cena foi ator coadjuvante, fez ponta, ponta importante, é claro, mas o Oscar é seu...rsrs...
Que mais idéias como essa possam sentar na sua mente, quem sabe da próxima vez um Gandhi, é mais leve com erteza, mas com ensinamentos prá lá de porretas...
Boa sorte nos 500 e lá vai fumaça de documentos, caramba, sei como é, te entendo a falta do tempo...é trabalho, facul, problemas...vixiiii..mas é isso...
Um abraço na alma...bom fim de semana...

Allyne Alves disse...

Nos seus posts a gente sempre percebe um sentimento, uma inteligencia e um uso com maestria das palavras...

Beijos querida!

O Sibarita disse...

É a dona menina tá certa, a idéia de Buda é essa mesmo...

Mas, precisamos exercitar, não?

-Ô, sewu Corró, vem fazer aqui o que?
-Eu? Oxente... kkkkkk Comentar!
-É?
-Sim...
-Mas, você já viu a moça em alguma postagem sua? rsrsrs
-Não! É... Vai, ver que é por que to susbstituindo o Sibarita e não tá fazendo fé em lá eu! kkkkkkkkkkk
-Será? Ai Deus! rsrssrs
-Se ela soubesse que vou tomar o blog do Sibarita! kkkkkkkk
-Ô, vai?
-Vou, tomei gosto pela coisa, quando ele voltar, já era! kkkk
-Que sacanagem é essa?
-Né não, Sibarita tá muito afamado, ai vou quebrar a dele... kkkkk
-Xiii.. deixa eu sair de fininho... Se cuida Sibarita! rsrsr

Um beijo,
ZéCorró
(substituindo o Sibarita kkkkk)

Pena disse...

Oh, Amiga Paula (a minha irmã também é Paula, não sei se possa tratá-la assim, Paula ou Paulinha? rsrs):
Olhe fiquei também a rir-me com o seu comentário lá ao meu comentário aqui.
Se não é, um docinho lindo (desculpe, às vezes saem-me "coisas" assim), então o que é...?
Olhe, com amizade só: "Ternurinha"...(Agora é que foi. Desculpe!)
E, a minha fúria ontem...como a classifica...tenho medo só de pensar no que vai dizer...rsrs?
Olhe, vale imenso, sabia, agora imbuído da maior amizade e seriedade.
OBRIGADO pelo que disse na altura...
Beijinhos de respeito imenso...
Desculpe.

pena

Admiro-a...!

Everson Russo disse...

Apesar de nunca ter lido a fundo nada sobre Buda, concordo, não devemos nos apegar muito as coisas desse mundo, temos que contemplar tudo que é belo e que a natureza nos oferece, tipo, mar, lua, sol, arco iris, um violão, um reflexo noturno no mar, tantas coisas, uma mulher de biquini, sem biquini e assim vai, nem devemos dar muita importancia aos dias ruins, nem ter muita euforia aos dias bons, tudo é ciclico, tudo passa, tanto a dor como o alivio,,,e vamos pensando, agora passando ao lado menos importante, não poderia deixar de citar...rs..rs...assim como Buda disse que tiraram uma foto dele sentado e espalharam pelo mundo como se ele só fizesse isso e mais nada, se eu tirar uma foto minha com um violão e uma cara de conteudo, e espalhar pelo mundo, viro musico? rs..rs..rs..rs..vou tentar....beijos querida, tenha uma linda tarde de sabado...

Francisco disse...

Mesmo sendo só uma ideia, acho que Buda não pensaria muito diferente.
Um beijão!

Zek disse...

Puxa ... passo por aqui despretenciosamente e recebo esse texto como um grande presente, um conselho ... um incentivo, como sempre inspirador!!!

Bjs Paulinha

Inside Me disse...

não conheço a filosofia dele a fundo, mas sua ideia me pareceu ótima, bjs

Anônimo disse...

MUITOS NAO VIVEM, APENAS RESPIRAM!

Uma aprendiz disse...

Ficou ótimo.
Algo para se refletir e por em prática.

Me fez lembrar de uma passagem biblica que diz: "damos graças a tudo de bom que nos acontece e porquê não faríamos pelo mal?"

Há um tempo para tudo:
tempo de chorar
tempo de rir
tempo de dar graças.


beijos e um ótimo domingo

Allyne Alves disse...

Obrigada pela visita querida...desculpe pela verificação de letras, eu tinha me esquecido que o padrão era aquele! rs...

Que bom que você gostou, se baixou a música depois me dê sua opinião, por favor...

Quanto ao comentario nao sei porque volta, as vezes também acontece comigo...

E quanto sua frequencia no blog, estou pensando em atualiza-lo apenas 2x por semana (terça e sexta) quem sabe....

Beijao e um otimo domingo pra vc!

Eurico disse...

Com essa simplicidade vc diz coisas profundas...
E nos ensina de forma serena a ver nas coisas cotidianas, a lição do eterno.

Abraço fraterno.

simplesmenteeu disse...

"sempre precisamos sentar a alma" uma forma tão simples e profunda de dizer tudo.
Fazer uma pausa, olhar à volta, recolher e fazer um diálogo interior.

Gostei muito do teu texto, das tuas reflexões e da tua forma de sentir.

Vou voltar.
Beijo terno

Amarísio Araújo disse...

Paula,

Brilhante esse diálogo imaginário entre você e Buda!Uma fábula interessante que nos traz uma bela lição.

Perdoe-me a ausência,minha cara.Ando cansado com o final do semestre por aqui.E,não bastasse a disposição para o blog diminuir com o cansaço,ainda ando com problemas de conexão.

Um lindo final de semana.
Beijos.

Blue disse...

Quantas e quantas vezes nos vimos falando sozinhos....

Beijos

Denise disse...

Pode até me achar maluca mas tenho aprendido que mesmo o dificil,pode ser muito bom.
Dói,mas MEU DEUS como é bom crescer.
..........................
Comentando o comentário lá em "casa"

Calma Paula
Atendeu em partes rs
é assim ó.......se eu mentalizar a coisa ja prontinha,cama ocupada,corpo e alma saciados,etc etc etc.
A coisa vai tomando forma tendeu?
Pelo menos foi o que falaram rs

Então to tentando os recursos rsrsrsrs

beijo linda

De

Pedro Ivo disse...

Adorei a filosofia....
Vou viver mesmo, viver todas as minhas paixões, desejos e anceios.

Beijos minha paixão.

JC disse...

Texto para meditar, aliás, como todos os qu estão relacionados com o pensamento Budista.
Não professo o Budismos, mas interesso-me sobre o seu mundo e as suas práticas.
Beijinhos

Prof. Sergio Ricardo disse...

E como sempre, uma idéia maravilhosa... coisas de Paulinha mesmo... abraço, bj e ótimo domingo amiga.

Roberto disse...

saudades de vc....

Daniel Savio disse...

Texto reflexivo, mesmo que não seja da filosofia budista...

Fique com Deus, menina Paula.
Um abraço.