quarta-feira, 21 de outubro de 2009

foto em Gramado


Um dia furtei de Dauri esse pensamento e complementei. Talvez ele seja o blogueiro que mais furtei pensamentos e emoções.

"Versos são vagões que se vão num trem
que segue e leva, leva ou traz..." Dauri Batisti

Versos

Levam e trazem emoções
Tocam a alma
Despertam sentimentos e sensações
Acordam o inconsciente
Chamam para a realidade
Fazem sonhar

Versos
No coração
Apitam, aceleram, descarrilham...
Onde eles vão parar
Os lugares que vão viajar
Até onde a viagem vai seguir
Independe do maquinista ou do passageiro

Versos
São sonhos
Viagens
Por trilhos invisíveis do sentir
Do imaginário.


 

17 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

Complementou muito bem, ficou muito bonito!
Um abraço

EDUARDO POISL disse...

Concordo com a Sônia ficou lindo.
Abraços

Nanda Assis disse...

o que mais gosto em vc, é q vc mistura a realidade com as emoções, acho lindo, vc é muito talentosa e merece escrever um livro p nós.

bjosss...

myra disse...

lindissssssssimo!
um beijo que vem do frio e de uma chuva que nao para,

Gilson disse...

Paula

Você está bem inspirada mesmo, se tivesse tempo agora daria continuidade para você, mas ainda volto ao post.

Abs

Everson Russo disse...

Verso é um rodopio sem sentido, é um planeta distante onde a gente procura abrigo, é locura e sensatez, é esperar o canto pra sentir a minha vez, verso é meu universo, é meu sonho encantado, é o meu amor, meu jardim onde deito e elevo meus pensamentos no rumo do sol...vou completar depois...e vai pro Livro...gostei o tema..."verso", beijos querida e uma linda quinta pra voce,,,,aqui hoje uma delicia,,,,chooooooooooooove....

Lídia Borges disse...

Lindo!!!

Bem aproveitada a ideia principal.
Os versos não saíram dos carris.

Um beijo

Maria disse...

Apetece mesmo continuar com estes versos nos trilhos.... que bem te saíram!

Beijos

Unseen Rajasthan disse...

BEautiful post and lovely words !! Nice post !! Thanks for sharing..Unseen Rajasthan

Cris Animal disse...

Oi Paula !

...........versos são fúrias que mudam sua fome, são gestos que mudam desejos....

rsrsrsrs

valendo a dica!

beijo rpa vc !

Luiz Caio disse...

Oi Paula!

Versos, versos, são o grito da alma... Ás vezes denunciam sentimentos ocultos!

TENHA UMA LINDA TARDE!

Beijos.

Memória de Elefante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
paula barros disse...

Obrigada Ângela.

beijo

Memória de Elefante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel Savio disse...

Fiquei imaginando como a pessoa conseguiu colocar um trme daquele jeito...

Hua, kkk, ha, ha, pior que é sério.

Mas bela poesia.

Fique com Deus, menina Paula.
Um abraço.

Jardineiro de Plantão disse...

Completamente descarrilado... me lembro desta foto... acho que foi a minha primeira interacção com a simpática e carinhosa blogueira dona deste Blog...rssss

Relendo este belíssimo poema e ouvindo " A magestade o sabiá " de Roberta Miranda... dá-me uma vontade de ir comprar um tiket de passagem de ida com volta indefinida...rssss.

Beijo
Carlos

Memória de Elefante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.