quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Ilha Bela - SP - set-09

Entraste na minha vida
Assim, vindo do nada
Um corisco que rasgou o céu
Uma cigarra que canta sem cessar
O grito da coruja em noite de solidão
Rasgou meu peito e se alojou
No pensamento fez ninho
Feito drácula sugou meu sangue
Um feiticeiro que levou minha alma
Me deixou assim

Repleta de sentimentos desencontrados
Incongruências de mim
Um mosaico em preto e branco
Um quebra cabeças sem o encaixe perfeito

Entraste no meu ser
Feito um poema
E me jogou magia
Embarralhou as minhas cartas
Agora só tens tu – rei de ouro

Estou  paralisada no tempo
Num tempo que não é meu
Num sentimento que não me pertence
Num rosto contorcido de músculos
Entrelaçado de ferro e poesia


15 comentários:

Memória de Elefante disse...

Um poema intenso, forte em sensações, transborda em versos que brotam da alma ...emocionante!
Enfim, estou quase sem palavras!

Um beijo

Memória de Elefante disse...

Quem andou na contramão foste tu,mas quase me atropelaste...risos

Beijo

Tatiana disse...

Nós e nossos sentimentos...
A intensidade com a qual vivenciamos as emoções nos fazem ir da lágrima ao riso num piscar de olhos.
Belíssimo poema!
Que a dor seda lugar a alegria!
Um beijo carinhoso para você!

myra disse...

intenso, belo, muito bom, e a imagem tambem, amiga minha, um grande beijo,

Fyke disse...

Expressou exatamente o que eu estou sentindo...!!!

Nanda Assis disse...

que lindaa. qnto amor brotando. adorei o poema.

bjossss...

Dauri Batisti disse...

Belo poema. Mais maduro como poema. Mais do que escrever aqui parece você trabalhou o que escreveu. Ficou muito bonito.

Beijo.

EDUARDO POISL disse...

Vim pedir desculpa pela minha ausência no teu blogger mais como havia um feriado e trabalho com turismo ficou difícil, mais agora com um pouco menos de trabalho volto a normalidade.

"O que diferencia uma pessoa de outra é o seu imaginário, a interpretação que dá aos fatos da vida." (Tisuka Yamasaki)
Abraços com muito carinho

Maria Dias disse...

Isso é paixão...Só a paixão chega assim derrepentemente e surpreende a gente.Então torço para q beba esta paixão até a ultima gota pq sao momentos teus e únicos mas q passam e passando pode se transformar em amor ou em lembranças boas para sempre...Bonito mosaico na Ilha bela!

Beijinhos

Maria

Cαmiilα ♥ disse...

'Entraste no meu ser
Feito um poema
E me jogou magia
Embarralhou as minhas cartas'
Pude lembrar com exatidao como é a paixão.


Um beijO querida Paulinhaa

Luiz Caio disse...

Oi Paula! Como vai?

Não somos donos do tempo e nem dos sentimentos, e são confusos os caminhos do amor. Mas mesmo assim, vale muito a pena, amar... Pois no amor, de repente, tudo é possível!

TENHA UMA LINDA TARDE!

Beijos.

Daniel Hiver disse...

Quantas vezes meu quebra cabeças teve peças que simplesmente sumiram...
Então as minhas reações ficaram sem o encaixe perfeito... Uma espécie de jogo de cartas marcadas e exageradamente embaralhadas...
Centenas de sentimentos que não me pertenciam num rosto contorcido de músculos que não se parecia com o meu...
Meu coração exposto e fibras de ferro e poesia para dar a sustentação.

Everson Russo disse...

Interessante com é a alma da gente, como é semelhante o ser humano em sua essencia, lendo, relendo e lendo outra vez, não pude deixar de me encaixar no seu poema por duas frases, ",,,estou paralisada num tempo, num tempo que não é meu..." me sinto assim faz anos, e o pior, não sei se cheguei a falar isso contigo no pessoalmente daquele dia, não consigo sair desse tempo que nao é meu, e a outra "repleta de sentimentos desencontrados..." nossa, como isso é real em minha vida, por vezes eu escrevo tanto, tanto que acabo lendo depois e noto isso, como ando desencontrado na vida, feito cometa sem rumo, sei lá, as vezes eu acho que a ultima pagina do Livro tá bem proxima...acho que tambem sou uma coruja em noite de solidão....muitos beijos pra ti querida, e uma linda quinta feira...aqui sol, terrivel calor...e meu pedaço de praia voce leva de volta...rs..rs..

p,s. só pra completar, acredito eu que por isso, pelo sentimentos desencontrados, ando fazendo posts duplos...

Jardineiro de Plantão disse...

A foto excelente, dando todo o pormenor da escultura ...

Texto do poema, exprimindo alguma paixão sofrida...

"Rasgou meu peito e se alojou
No pensamento fez ninho
Feito drácula sugou meu sangue
Um feiticeiro que levou minha alma
Me deixou assim

Repleta de sentimentos desencontrados
Incongruências de mim
Um mosaico em preto e branco
Um quebra cabeças sem o encaixe perfeito"



Abraço

O Sibarita disse...

Zorra essas viagens inspiradíssimas cada poesia bacana!

Aiaaiaiaia, vai viajara mais ainda é? Hummm...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Essa Fia não brinca me serviço não! kkkkkkk

bjs
O sibarita