quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Quero ser

Poetas dedilham....
Fornecem sons e rimas as palavras
Dão cor, luz, textura
Tocam em cada palavra formando frases
Que sorriem e choram
Gritam, gemem, se contorcem

Poetas sonham...
Imaginam, sentem
Transformam palavras
Percorrem frases em beijos
Acariciam estrofes

Poetas amam...
Palavras e frases
Criam com o poder dos Deuses
Um toque de perfume
Néctar da essência do ser

Poetas tocam...
Acariciam
Deitam-se com as palavras
Fecundam
Parem

Poetas cheiram...
Pontos, vírgulas, exclamações
Sussurram nas entrelinhas sentimentos
Encontram rima
Cavalgam cadências
Acelera e desacelera o ritmo

Poetas emocionam....
Beijam almas
Dão luz aos poemas
Quero ser um poema

23 comentários:

Gilbamar disse...

Você já é a poesia em seus lindos e inteligentes poemas.

Poético abraço do amigo Gilbamar.

Daniel Savio disse...

Mas você é poeta, então por que não vive isto?

Fique com Deus, menina Paula.
Um abraço.

Memória de Elefante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
myra disse...

querida Paula, mas voce é toda um POEMA!:))))
beijossssssssssss

Karl d'Jo Menestrel disse...

Não quer ser, já é... transpira poesia por tudo quanto é sitio... dá sentimento ás palavras, sejam elas pensamentos ou devaneios... seja em metáfora... seja no seu casulo, sai sempre borboletanto neste riquíssimo Blog, aberta sem preconceitos, coloca o seu vinculo pessoal carregado de paixão e ternura, seja na prosa seja na poesia.

Flores para a Poeta

Everson Russo disse...

Primeiramente você já é um poema, isso é fato, e eu lendo atentamente sue poema, esperando ansiosamente pela hora que voce falasse assim, poetas mentem,,,,eu ja me preparando para a resposta que nao precisei usar, entao eu digo assim, poetas sofrem por antecedencia por saber que o amor um dia virá sim, mas virá com data marcada pra ir emobra...e é esse ponto que leva a loucura os poetas, um dia quero ser poeta pra sentir essa loucura intensamente, engraçado, vou postar um dia desse ai pra frente, um texto que fiz que parece com o seu poema, chama se Paleta de Letras....beijos minha querida e um lindo final de semana pra ti...

Everson Russo disse...

Putz, esqueci de completar, muitas vezes, ser poeta é debruçar na janela, nao vir inspiração nenhuma, um vazio enorme na mente e na alma, olhar a lua, e ficar ali, horas e horas olhando apenas por olhar, com dó de ir dormir e deixa la sozinha ....beijos

EFS*** disse...

Uma palavra para este poema M A R A V I L H O S O !

A Magia da Noite disse...

somos sempre o nosso próprio poema, por escrever, inacabado, nos dias que passam a correr.

Marcelo Mayer disse...

poetas mentem que estão felizes e mentem que estão tristes

poetas são mentirosos

Marcelo Mayer disse...

ah
mas não é mentira dizer que ficou ótimo seu poema!

Luiz Caio disse...

Oi Paula! Como vai?

Ser um poema... Uma flor já não sería um poema!?

TENHA UM LINDO FINAL DE SEMANA!

Beijos

Maria disse...

Diria que já és poema, porque os escreves de maneira soberba...

Beijos

O Sibarita disse...

Que diacho é esse? kkkk E vc não é poetisa de mão cheia e poema? kkkk

É sim! Um poema porreta desse...

Ei Fia deixe de modéstia, viu? kkkkkk

bjs
O Sibarita

Daniel Hiver disse...

Andas de mãos dadas com a poesia. Sentes o aroma dos pontos. Pausas com as vírgulas e tuas exclamações exprimem um estado de admiração latente. E é por isso que dominas as entrelinhas cm belos sentimentos.

Fernanda disse...

depois de ler teu texto que vontade deu de ser poeta.

Mário Lopes disse...

Tenho de construir o poema devagar.
Pego nas palavras com carinho,
abro-as uma a uma, delicadamente,
pois sei que são frágeis,
algumas vão sangrar, outras sorrir,
outras contrariar o que ordeno,
mas, pacientemente,
coloco-as ao lado umas das outras,
acaricio-as, afago-as,
deposito-as cuidadosamente
nas tuas mãos
até nascerem as primeiras andorinhas nos teus dedos
que as farão sonhar
e beber o céu até às nuvens.
Outras estão cobertas de silêncio
dos gestos de ternura.
São as que eu desnudo
nas margens dos rios
que ardem na tua pele.
Outras existem só no teu olhar
e ganham cor quando
no teu o meu se perde.
Então é quando chamo por ti
para terminar o poema:
deito o teu corpo na sua cama,
dispo-o das palavras todas,
e deixo que o nosso amor
nos banhe nus
num abraço de luz
e acabe ele o poema.


Querida Paula, o teu poema é lindíssimo e é um convite tentador a que o sejamos também. Fico pela tentativa, mas emocionado por levar o teu comigo.
Beijo terno.

EDUARDO POISL disse...

"Se tiver que amar, ame hoje.
Se tiver que sorrir, sorria hoje.
Se tiver que chorar, chore hoje.
O ontem já se foi e o amanha talvez não venha".

(André Luiz/Chico Xavier)

Abraços, um lindo final de semana com muito amor e carinho.

myra disse...

um beijo ao meu querido POEMA, voce:)

Betho disse...

Querida vc nasceu poema...
Bom final de semana
Beijo
Betho

Pelos caminhos da vida. disse...

Visita do seu Anjo

Só passei para saber ...
da sua saúde esperando
sempre que esteja bem,
da sua casa rezando
para que esteja em Paz,

da sua família esperando
que esteja em harmonia,
de seu trabalho desejando
um enorme progresso,
dos seus problemas mais bobos
almejando uma solução,
das suas finanças aspirando
que você prospere,
da sua vida sentimental torcendo
para que tenha um amor,
das suas preocupações pedindo a
DEUS que você encontre tranqüilidade,
se você se sente só tomara
que perceba que estou sempre aqui,
se sente em total abandono quero
que encontre apoio na FÉ,

Só passei para te desejar
Bom dia...
Boa tarde...
Boa noite....

E para que saiba que estará
sempre acompanhado (a)
pelo bom pensamento desse anjo,
E se ainda assim tudo lhe parecer escuro
e você sentir que nada posso fazer,
Saiba assim mesmo que sempre
rezarei por você!
até sempre.....
(Seu Anjo da Guarda)

Autor Desconhecido.

beijooo.

Andre Martin disse...

Olá!

Ah, esses quereres...

Não sou chegado muito a poesias, mas às vezes leio e até me atrevo a esboçar alguma, na verdade mais pra poemas rimados...

E sobre esses quereres, tão presentes e ausentes ao mesmo tempo, arrisquei algo num dos meus blogs, e para ilustrar linkei o vídeo da canção Quereres, que esta sua poesia me arremetou.

http://mesdre.blogspot.com/2009/05/homens-x-mulheres-seres-humanos.html

Mai disse...

Você carrega o poema consigo. Em suas inquietudes, questinamentos, pensamentos e investigações. Nas caminhadas da andarilha, é a poesia que vês, em quase tudo.
Eu nunca sei distinguir muito criador e criatura, poeta e poema. Para mim parece que são partes complementares de uma mesma esfera o yin e o yang onde não há começo ou fim e tudo se complementa e ão há um sem outro.

Para mim, você É poeta e poema.
Um poema que você constrói nos caminhos que percorre e em sua vida.
Beijos, amiga.