terça-feira, 26 de janeiro de 2010



De vez em quando
Também canso
Canso
Da vida
Dos dias
Do trabalho
De mim
Das pessoas


Canso até do cansaço de mim
Me levanto e vou dançar!

35 comentários:

Mai disse...

Eu gosto quando fotografa gente. Você flagra momentos interessantes. O cansaço sempre vem. Não há quem não canse, mas acho que sair dele é a melhor parte. Beijos, Paula.

myra disse...

otima imagem, e sabe o que minha querida Paula, VAI DANçAR meeesmo!!!! bom para a alma e para o corpo...me lembro o qto eu dansei!!!! e que saudades...sabe com quem eu dansava melhor? com meu irmao!!!!e continuei com os amigos dele!!!bela epoca aquela da juventude....
beijosssssssssssssss

Xanele disse...

Cansada de mim!!!
hummm... preciso dançar tbm.
Bjsss Amore
Xan

Everson Russo disse...

E muitas vezes nesse cansaço, dá vontade de desistir,,,de jogar tudo pro alto,,,de fugir,,,sumir no mundo...mas pra onde? tudo vai junto? então eu desisto de desistir....um beijo e um dia lindo pra ti.

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Paula...isso é ser humano,ser gente,ser fraco eserforte por admitir, por encarar de frente e revelar que nessashoras oque queremos é uma janela para mudar os ares...
Dance...aproveite...mas não deixa de comer um pedaço de bolo e de história lá no verseiro...
Quando você quiser...é claro...
Pode continuar dançando...
Mas não deixe de sorrir...
Este éo nosso melhor remédio...sempre...
Um abraço na alma...bjo

Jardineiro de Plantão disse...

O cansaço é maior quando as expectativas se goram.
Aí a inercia se instala.

Abraços

Prof. Sergio Ricardo disse...

Imaginava que seria muita reclamação pelo cansaço e que você teria uma saída espetacular para o problema: DANÇAR. Assim é a vida, vamos dançando sempre em busca da felicidade e qualidade de vida. Bj amiga e ótima terça

Jaime Piedade Valente disse...

Talvez valha a pena dar uma vista de olhos

talvez

Paulo Palavra disse...

o pior é quando cansamos do nosso cansaço.
te digo que hj é um dia daqueles que estou com tanta preguiça, que to com preguiça da minha preguiça, sabe?

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Dançar e rir de nós mesmos parece que as vezes é o único remédio

=)

Beijo

Sandra disse...

Bela Paula.
VENHA CONFERIR MAIS ESTE CANTINHO. SEJA MAIS UM DOS MEUS SEGUIDORES. VEJA QUEM ESTÁ LÁ.
http://sandraandradeendy.blogspot.com/
TE ESPERO COM MUITO ORGULHO..
SERÁ UM GRANDE PRAZER.
SANDRA

Fabiano Mayrink disse...

Dançar faz bem pra alma!!!

as vezes tambem faço isso mesmo dentro do meu quarto, um abraço!

Tatiana disse...

Há dias e dias...Nunca perca o passo!

Hoje comemorando o aniversário do blog de um amigo, estou fazendo parte da blogagem coletiva proposta por ele.
Por isso contei em meu blog uma história que marcou a minha vida.
Quando puder passe para ler, deixar a suas palavras e quem sabe participar também!
Um beijo carinhoso

Memória de Elefante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Everton Rocha disse...

é simples e boa essa escrita. Já publicou algo, pois me pareceu muito boa as palavras desse blog? Estou te seguindo, um grande abraço.

Francisco disse...

Eu faço diferente.
Quando estou cansado de mim, subo na janela e saio voando.
Quem sabe lá em cima...!
Beijo.

Olavo disse...

rs..conheço alguem assim rs
eita espelho.
Beijão

Maria Dias disse...

E então quem dança seus males espanta!Tenho certeza q depois da sua dança interior voltas mas forte e menos cansada...O q sentes é algo q sentimos tb... As vezes temos vontade sim de nos abandonar... Mas temos tantos nós e tramas q isso fica só nos nossos pensamentos q viajam...rs...

Ah Paula...A mala azul foi aberta...Te espero!

Beijinhos

Maria

Maria Dias disse...

é mais e não mas como escrevi acima!perdão!rs...

Poeta Mauro Rocha disse...

Ola!

De vez em quando danço
Danço com a vida
Danço com a despedida
Danço na avenida
E canso
E me levanto
E teu blog vou visitar
E me levanto
E vou dançar!

Adorei seu poema e ao comentar me atrevi a escrever outro poema, nesta tua ideia de se mostrar...

Beijos!!

Maria disse...

É o melhor que fazemos.
E esse cara aí está a fazer exactamente o que lhe apetece, em cima de uma pedra que diz 'oferta dos portugueses de Pernambuco à cidade do Recife'. Que delícia!

Um beijo

Cleo disse...

Paula, dance e deixe fluir a vida. lindo!!

Deixei um selinho (Amiga Poderosa) prá ti lá no meu blog.

Beijos no coração.
Cleo

Jéssica V. Amâncio disse...

Lindíssimo. Adorei.
E é o que temos que fazer, não é?!Apesar de cansados,continuar dançando a música da vida.

O Sibarita disse...

É mesmo, é? Canse não fia! kkkkkkkk

Tem razão, vez em quando bate isso mesmo... Dançar é bom, é? kkkkkkkk

Porreta!

bjs
O Sibarita

Paulo Palavra disse...

ps: faz o Frango da Natália ai pra vc e pra Larissa e me conta o que achou...

Franzé Oliveira disse...

Simplesmente, adorei menina. Lindo post.

Beijos.

Anônimo disse...

...e eu levanto e venho ler meus poetas!

Sergio Ricardo Ferreira Junior disse...

Boa Noite...

e verdade..
quantas veses da um cansaço e vontade de desanimar mais ainda bem que tem alguem sempre do nosso lado...

te convido a visitar meu blog... e ajudando com opiniões para edifica - lo...

fica com DEUS

DE VEZ EM QDO VENHO AQUI disse...

Vixi,ultimamente estou assim, cansada de mim, mas a vida é mesmo cheia de altos e baixos e temos q nos animar, reinventar cada dia...bj na alma Paulaa!!ótima quartaaa

prafrente disse...

Vai dançar cansada?Quando estou cansado,do ponto de vista psicológico, vou ver o mar, corro pela encosta da serra, escuto passarinho cantando...quando o cansaço é físico vou dormir...

Tão jovem e tão cansada.A vida também tem coisas maravilhosas, como beijos, abraços, afectos, crianças, sorrisos...sabe que para ter a beleza de uma rosa nos picamos nos espinhos.

Quinta feira vou ter um exame de Sociologia das Organizações. Já estou "cansado" de tanto exame...mas vou á luta.Para ter a rosa no final do curso vou ter de me magoar nos espinhos enquanto durar o mesmo...e tudo vale a pena, quando a alma não é pequena.

Não conheço Évora.No Brasil o "é já ali"podem ser mil quilómetros de percurso; em Portugal 100 quilómetros já é muito longe. Évora fica no Alentejo e no verão é uma cidade muito quente...

beijinho de Portugal

tossan disse...

Mas só se a vida fluir sem se opor
Mas só se o tempo seguir sem se impor
Mas só se for seja lá como for
O importante é que a nossa emoção sobreviva
E a felicidade amordace essa dor secular
Pois tudo no fundo é tão singular
É resistir ao inexorável
O coração fica insuperável
E pode em vida imortalizar

Paulo Cesar Pinheiro

Beijo e seja sempre feliz!

Paulo R. Diesel disse...

Também quero dançar...

Beijo Paula

Zek disse...

genial esse poema...

Daniel Savio disse...

Dance mesmo menina, mas não enfrente a monumento para o passado...

Fique com Deus, menina Paula Barros.
Um abraço.

Le Vautour disse...

Genial! Camões dizia que as coisas mudavam tanto, e que o mundo mudava tanto, que chegou uma hora que não mudava mais como costumava mudar.
Adorei o chave-de-ouro: canso de me cansar e caio na dança. Tudo!
Abraços de duas asas!