domingo, 24 de janeiro de 2010

Foto: Nova Friburgo-RJ
(estava com Mai do blog http://inspirar-poesia.blogspot.com/




Este mundo de ilusão
Me tira os pés do chão
Coloca minha cabeça nos ares
O pensamento tem asas
A alma saltita

Pelo mundo de ilusão
Caminho, choro, sorrio
Encontro palavras que amam minhas palavras
Fazem amores e dão frutos
Frutificam ilusões
Enfeitiçam os sonhos
Encantam os pensamentos

Tenho pés de plumas
Coração bordado
Alma abraçada
Neste mundo de ilusão






 

28 comentários:

Anderson Fabiano disse...

quando palavras encontram palavras que as ama, o ciclo se completa e alma sorri, então.
meu carinho,
anderson fabiano

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

No mundfo da ilusão é onde somos mais livres.
Será que de lá é que vêm os sonhos mesmo?

Beijo!

Mai disse...

Encontro de palavras, amiga.
Encontro de pensamentos, devaneios e fotos...Nesta, há movimento de asas - que fazem voar.
Como esquecer? É sempre bom encontrar você em minha lembrança.
Beijos, Paula.

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Paula...bonito o outro poema também, mas nem deu tempo de comentar naquele e você já...pimba...postou outro..rs
Tirar os pés do chão tem horas que faz bem, de qualquer forma, amarrei o meu...mas com uma linha bem fininha...rs...como fazia minha avó quando colocava os filhos de castigo...rs
Sonhos fazem parte de uma realidade futura, que pode ou não acontecer...
E quanto as palavras, escrevi algo sobre as palavras,sobre o fascínio que elas exercem...

Dia 26 hein...tem história sim, li uma sua lá no Pena...rs

Um abraço na alma...bjo...boa semana

Karl d'Jo Menestrel disse...

Paula, na mesma onda?

Todo o pensamento aqui descrito é uma fusão de puros sentimentos.

Que importa se é sonho ou ilusão... Importa mesmo,

Se frutifica
Se encanta
Se abraça a alma.

Beijo de carinho fraterno

Quase Trinta disse...

As vezes é tão bom viver de ilusão....

Maria disse...

É mesmo de ilusão, este mundo que hoje descreves... mas é bom de sentir, às vezes.

Um beijo, Paula

Maria disse...

Paula

Todas as fotos publicadas no meu blogue são de minha autoria, excepto as que estão identificadas com indicação do seu autor. O que pode ter acontecido meia dúzia de vezes ao longo de todos estes anos...

Obrigada, boa semana e um beijo

Memória de Elefante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
EDUARDO POISL disse...

Que a minha solidão me sirva de companhia,
que eu tenha coragem de me enfrentar,
que eu saiba ficar com o nada
e mesmo assim me sentir, como se
estivesse plena de tudo".

Clarice Lispector


Desejo uma linda semana para você.
Abraços com todo meu carinho

Everson Russo disse...

Esse mundo de ilusão alimenta o nosso coração,,,faz da gente pequeno pra poder sonhar,,,faz da gente grande pra conquistar,,,faz o caminho mais leve,,,menor o medo de amar, e mesmo que caiamos da nossa carruagem de amor,,,ainda teremos forças pra levantar e seguir em nosso mundo de ilusão...um beijo e uma linda semana pra ti.

myra disse...

"coraçao bordado" achei lindo!!!!!
beijos e obrigada pelos teus comentarios nos dois blogs!

Prof. Sergio Ricardo disse...

Mesmo sendo mundo de ilusão, é o mundo que podemos sonhar, compartilhar e amar... lindíssimo Paula. bj e ótima semana

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

A ilusão é a mola da gente,né? A gente precisa dela. O abstrato esconde as melhotes coisas.A gente precisa ir lá pegar.Beijos
///////
Atenção, você foi citado(a) no meu blog e tem direito de resposta

Paulo Palavra disse...

Paula!
joão Pessoa é ótimo mesmo, né?
E eu tneho certeza que se você quiser, escreve sobre suas viagens da mesma forma!
Vou tentar falar de Natal hoje. Passa lá mais tarde!
Beijos!

MR disse...

Paula

Os Toltecas, os Buddhas, e muitos outros mestres nos desvendaram ou pelo menos apontaram este mundo de ilusão.
Como um outro comentário registra: é o mundo que podemos sonhar, compartilhar e amar...

Precisamos saber viver nele mas sem perder a perspectiva.

Postei hoje em Italiano com uns trechos traduzidos, no Animal Mineral e Pessoal, você vai gostar Paula.

Beijos e ótima semana

Armindo C. Alves disse...

Olá Paula
Que os ventos se unam numa brisa suave e tornem realidade os sonhos e ilusões.
Que o amor frutifique.
Boa semana.
Beijos.

DE VEZ EM QDO VENHO AQUI disse...

e nesse mundo vamos acreditando e colorindo nossos sonhos!!!bj Paula!

Manuel disse...

mundo de ilusão
---------
Um mundo de ilusão, bem real.
---------
Felicidades.
Manuel

Simples Assim... disse...

"Encontro palavras que amam minhas palavras
Fazem amores e dão frutos"

Ah, Paula, sabe quando vc encontra no outro as palavras que melhor te servem do que suas próprias? Foi o que aconteceu agora.

O trecho que destaquei de seu poema retrata com exatidão o que eu sinto quando sou surpreendida por encontros especiais por esse mundo muito menos virtual do que parece aos menos atentos, que chamamos de blogosfera. Te peço licença pra mostrar essas suas palavras a uma pessoa, posso?

Bjs, querida e, em tempo, obrigada por falar por mim melhor do que eu poderia fazer nesse momento.

Chuvinha disse...

Sem asas nos pés e na mente seria muito difícil encarar a realidade! Cada vez que sonhamos sofremos e fazemos uma transformação!

Gilson disse...

Passei por aqui rapidinho para te deixar um grande abraço e logo dou de cara com a foto de um pato que tanto adoro e queria ter muitos.
Bela poesia que fui presenteada nessa passagem relâmpago pelo seu Blog.

Abraços saudosos

RESILIÊNCIA disse...

Paula


Visitando estes escritos maravilhosos...

Pedro disse...

O que é real são as sensações...

Dauri Batisti disse...

Mundo de
pensamentos
com asas.
No chão pés
que voam
caminhos.
A alma
ilusão
não quer.

Beijo

Fabiano Mayrink disse...

um dos animais que mais gosto sao os patos e afins, linda foto!

O Sibarita disse...

Ei Fia, esqueça a ilusão, para que pensar, senti-la?

Nem tudo na vida é como queremos, né não?

Muito bacaba seu poema, sempre...

bjs
O Sibarita

Daniel Savio disse...

Menina, poema bonito, mas, contudo, entretando, todavia...

O que te leva aos ares é o sonho, o que te arremessa para o chão é ilusão...

Fique com Deus, menina Paula Barros.
Um abraço.