sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

foto: Arraial do Cabo - RJ



O silêncio e o afastamento
Quando muito precisa ser dito
E ouvido, e esclarecido
Pode inundar o outro de fantasmas
E abrir fendas no relacionamento

01.01.10

29 comentários:

Mai disse...

Existe uma luz por entre as fresta.Algo se vê por entre as fendas. Há silêncios prenhes de som e de algum modo há afastamentos que servem à manutenção da estabilidade.
A natureza parece demonstrar que pode haver uma razão de ser que dispensa explicação.
Mas somos humanos e a razão nos lateja o pensar. Beijos, Paula.

Maria disse...

Pode, sim senhora!
E normalmente faz, se nada for esclarecido.
Mas com olhando esta fotografia eu acho que esqueço tudo...

:))

Beijo, Paula

Pena disse...

Maravilhosa Amiga:
Sim! Sinto isso em mim.
Apenas, venho comentar por cortesia.
Maravilhosa Amiga:
É encantadora, doce e perfeita.
Uma poetiza deslumbrante.
Escreve brilhantemente com um valor de ouro puro.
MUITO OBRIGADO pela sua ternura, pureza e beleza no que concebe.
Ímpar.
Beijinhos amigos.
Sempre no maior respeito e estima sensível e profunda.
Sempre a admirar passar o seu talento fabuloso por onde quer que vá.

pena

Adorei.
Bem-Haja, deliciosa e pura amiga poetiza de sonho.
Se quiser não venho cá mais, entende?
Sei que si. Sou um fardo pesado para o seu valor imenso.
Entendidos?

Gigi-e- Myra disse...

fantastico, mas sabe, eu acho que nao é o afastamento que pode provocar: afastamento, mas , sim, o silencio entre duas pessoas!!!
beijos

Jardineiro de Plantão disse...

O silêncio em si não é um afastamento...pode ser uma forma de recolhimento da vicissitude do mesmo, já o afastamento pode ser o abandono de não querer almejar.

Nada como as palavras se encontrarem.

Abraços

Paula disse...

O silêncio e o afastamento fazem fendas no relacionamento de facto. Muitas vezes quebram para sempre...

Gostei do blogue.
Parabéns.

in natura disse...

Há sempre uma luz no caminho, basta seguirmos se quisermos. Seu blog é muito especial! Beijuss

Everson Russo disse...

O silencio não, muitas vezes ele diz muito, ele conta a historia, ele pede perdão, ele faz muitas coisa, o afastamento sim, esse provoca fendas incorrigiveis...minha opiniao é claro...rs..rs...um beijo e um belo sabado pra ti...

Vivian disse...

...se não soubermos entender
o silêncio,
muitas vezes naufragamos no
barulho de nossas ilusões.

vou repetir:
você é fantástica!

que linda foto!

quanto nos faz meditar e
refletir olhando-a!


obrigada, querida linda!

bj

Elcio Tuiribepi disse...

É verdade Paula, muitas vezes o silêncio, a falta de um dialogo mais aberto, prejudica qualquer chance de um bom entendimento, muitas vezes as pessoas se fecham por não conseguir vislumbrar um outro caminho,jáque muitas das vezes as fendas se abrem mais ainda o invés de se fecharem, com cumplicidade, reciprocidade...mas penso que as relações são assim mesmo...tudo muito dificil e complicado, pois envolvem muitas coisas que as vezes não tem mesmo solução...sei lá...o assunto é bom, extenso e polêmico dentro de suas variáveis...
Um abraço na alma...bjo...bom fim de semana

Eduardo Miguel Pardo disse...

O tempo tem seu próprio tempo e que só ele entende e percebe, tempo até para dar um tempo, parar e nada de nada só para dar um tempo, bom tempo bom, sempre tempo!!!

Juliane S. Rocha disse...

A melhor as vezes é o silêncio.
Beijos...

Anita "Menina Flor" disse...

Às vezes precisamos estar silenciosos, mas nunca afastados. Bjs e ótimo fdsemana.

Sol da meia noite disse...

Nada mais verdadeiro.
O silêncio oprime, o afastamento dói. E essa opressão e dor, tudo distorcem e agigantam...

Um bom fim de semana e um beijinho *

Simples Assim... disse...

Não sei se fendas são necessariamente ruins. Sempre tenho a sensação de que algo muito compacto pode acabar explodindo, por não ter por onde se ampliar, se expandir. Algo sem fendas me soa meio claustrofóbico. Mas, por outro lado, acho que quando há muita coisa a ser esclarecida, em geral, é sinal de que nada mais pode realmente ser esclarecido. Faz sentido?

Bjs.

Sandra disse...

O SILENCIO PAULA, É TUDO O QUE TEMOS PARA OUVIR O NOSSO CORAÇÃO.
SEM ELE, NÃO PODEMOS OUVIR A VOZ DO CORAÇÃO.


Amada!
Venho lhe oferecer um lindo selinho.
Mulheres poderosas somos. Por isso vamos comemorar.

http://sandraandrade7.blogspot.com/
Com muito carinho te espero lá.
Sandra

HSLO disse...

Brilhanteeeeeeeeeeee. Perfeita essa reflexão.


abraços


Hugo

Pedro disse...

Caramba! Eu tenho uma foto IGUALZINHA a essa de quando eu fui a Arraial. Foi à gruta azul? Lindo lindo o lugar.

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

As vezes nos asaftar dá uma outra perspectiva.
Fendas podema acontecer, e quem sabe não será melhor?

Beijo!

Pena disse...

Desculpe, Maravilhosa Amiga:
Foi um equívoco.
Jamais acontecerá.
Perfeitos, VOCÊ e o Post.
Beijinhos mil com um lamento sentido.
Sempre a respeitá-la e a admirá-la.
Com carinho...

pena

Desculpe.
Há momentos...
Não consigo explicar...?

Memória de Elefante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Everson Russo disse...

Ola amiga, saudades de ti e muito bom ver voce de volta noLivro, é sempre bom ler suas considerações, sentir o que voce sente...obrigado de coração, um lindo domingo e uma semana cheia de carinho e muita poesia....beijos

Olavo disse...

Não acredito em relacionamentos que não tenham "fendas"...uma hora elas aparecem..
Beijos

walter disse...

Boa-tarde Paula,

Escreves tão somente a VERDADE que és tu, por mais crua que ela seja...

Paula, adorei teu comentário deixado em meu blog. Olhas as coisas, pela lente de longo alcance que tens na Alma...
Queria eu ter lente igual, pois à tanta coisa que não sei ver...
mas vou acreditar que a minha "visão interior", melhorará com a idade a avançar, aliás já estou sentindo isso. Essa é uma generosa recompensa, pelo aprendizado adquirido em toda a nossa vida.

Um beijo de seu amigo de além-mar

Poeta Mauro Rocha disse...

Nossa!! Foto e texto se completa, lindo!!

BJS

myra disse...

vim ver se tinha algo novo, mas principalmente te dar um bom dia e te mandar um grande beijo cheio de carinho,

Unseen Rajasthan disse...

Beautiful words and Fantastic shot !!

O Sibarita disse...

É verdade, mas, por vezes o silêncio e o afastamento pode não ser deliberado, pense... kkkkk

Enigmatica! kkkkkkkk

bjs
O Sibarita

Daniel Savio disse...

Infelizmente, tenho de concordar contigo...

Fique com Deus, menina Paula Barros.
Um abraço.