sábado, 17 de abril de 2010

da série andarilha

Praia de Itaparica - Vila Velha

O sol olhava o dia. Sempre muitas belezas. Eternamente o encanto do dia que fluía. Corria solto por qualquer caminho que decidisse seguir. Tinha segurança nos passos. O dia. Ele, o dia.

Levantava-se com desenvoltura. Deixava pelos caminhos os seus rastros líricos. Inundava o sol da inquietude da vida. Nos passos seguros, os caminhos bifurcados. O dia. Ele, ainda o dia.
O sol apreciava a plenitude daquele ser. Aspirava à beleza do dia. Emocionado, em silêncio, o sol admirava o dia, que seguia com desenvoltura, dia após dia.

28 comentários:

myra disse...

"Emocionado, em silêncio, o sol admirava o dia, que seguia com desenvoltura, dia após dia."
que beleza as tuas palavras...que lindo ter sol..aqui so aparece, palido, de vez em qdo. o inverno nao quer nos deixar...
beijos, minha querida
P.S. tem coisa nova no blog de meu irmao....

▒▓█► JOTA ENE disse...

ººº
Gostei da foto da praia e da explicação aqui ao lado sobre... " DAS COISAS QUE NÃO ENTENDO "

Bjo enormeee desde Lisboa

Everson Russo disse...

O sol é um amante da vida que a cada manhã nasce pra aquecer e arder a pele daqueles que amam e acreditam no amor, qu ele venha sempre e nos faça arder nesse sonho de paz....beijos de lindo final de semana pra ti.

C@urosa disse...

Olá minha querida amiga Paula Barros, forma maravilhosa e poética e descrever a natureza, adorei! a imagem lindíssima.

paz e harmonia em seus dias,

forte abraço

C@urosa

Vivian disse...

...tente imaginar um planeta
sem sol, e pense se dalí
brotariam seres poéticos
como você?

ssmackssssssssssssss

Maria disse...

E que saudade eu tenho da Bahia...
Os mais lindos 'por-de-sol' que já vi, aí mesmo, frente a Itaparica...

Beijos, andarilha Paula!

walter disse...

Olá Paula,

Encantado com o "teu sol"

Hoje então, muita falta me faz!

Não posso deixar de mencionar esta tua pérola:
"Emocionado, em silêncio, o sol admirava o dia, que seguia com desenvoltura, dia após dia."

Bravo Paula!

Bom fim de semana

Beijo

Walter

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Paula...quem não deseja um Sol assim, ou então "o dia" que faz com que Sol sinta tanta admiração ao ponto de se emocionar sempre com ele, sempre que o dia inunda o Sol, o tirando de sua quietude.
Que esse tal dia possa estar sempre renascendo na vida das pessoas, compartilhando sua plenitude.
Um abraço na alma...beijo

Memória de Elefante disse...

Paula!

Talvez o dia apenas faça o sol buscar em si e compartir com ele tantas inquietações quanto ao que estamos fazendo com o tempo que nos é dado.

Um beijo

Daniel Savio disse...

A eterna andarilha, que faz a Paula a morada de su vontade...

E que a maioria dos meus amigos são distantes, ai o messenger quebra o galho de matar parte da saudade...

Fique com Deus, menina Paula Barros.
Um abraço.

Robson Schneider disse...

Praia de Itaparica! morei pertinho dela muitos anos... vivi uma adolescência feliz ai viu?
bjo Paula

Pena disse...

Oh, Linda Amiga de sonho:
Que instante poético mais fabuloso.
Um texto sensível e doce da vida, do Sol, da Beleza imensa de existir. Lindo.
Parabéns.
Dedicado com uma ternura presente e intensa de magia que faz sensibilizar pela beleza de sentimentos puros e notáveis.
Adorei.
MUITO OBRIGADO pela sua simpatia, compreensão e amabilidade no meu blogue.
Bem-Haja, amiga terna.
Beijinhos amigos de grandioso respeito e estima. Sempre a considerá-la pela genialidade comovedora e fantástica dos seus versos profundos e significativos de pureza e encanto.
Com admiração sempre e de forma constante.

pena


Excelente!
Um texto delicioso, amiga enorme.

Everson Russo disse...

Um lindo domingo pra ti amiga e uma semana de carinho e paz...beijo no coração.

Carla Rosenvelt disse...

E um dia faz menção a outro dia e a noite faz menção a outra noite.
Luas que vem, sóis que vão. Numa sucessão incessante de novidades tão iguais.
Lindo texto.
Beijo solitário.

Luiz Caio disse...

Oi Paula! Como vai?

Um dia feliz, ou triste, feio, ou bonito, somos nós felizes ou tristes, feios ou bonitos!

QUE SEUS DIAS SEJAM SEMPRE LINDOS!

Beijos

Armindo C. Alves disse...

Enorme falta de tempo, foi o suficiente para não acompanhar na hora as suas belas publicações, tamto no aspecto gráfico,como poemas e textos em geral.
Bonito o pôr-do-sol, embora a sua beleza só exista em função do nosso gosto e sensíbilidade.
Boa semana.
Beijos

Maguta Bertolli (Michelle Rodrigues) disse...

Dia após dia,sempre haverá beleza na série andarilha ;)
Boa semana!
Bjos

lis disse...

Oi Paula
Bonitas imagens da minha terra.
Moro no Rio ( niteroi), mas sou capixaba.
Obrigada pelas paradinhas pelo meu blog .
De fato, os niteroienses tem a melhor e mais bela paisagem do Rio.
abraços

Jardineiro de Plantão disse...

Não entendi lá muito bem a metáfora e ainda mais por pertencer à série andarilha... deve ser por ter a cabeça pega noutro lugar onde penso andarilhar. Já pus uma mão nos queixos a outra no cocuroco da cabeça. puxo e repuxo, mas por mais que puxe, não dá nada... já vou em mil e uma equação, igual numero de conjecturas e fico sentado no mesmo lugar, não ando nem desando nem ato nem desato... até já li comentários acima, mas não saí do mesmo lugar.
Mas me recriei na foto é extremamente bela uma maravilha.

Beijo

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Amiga.

As vezes imagino a vida
como um nascer e renascer de dia.
E contemplo com alegria
tudo o que vivi.
Admirado...
Grato...
Feliz...

Uma linda semana para ti.

Denise disse...

E andavam juntos a admirar quem os narrava

carinho

Vanna disse...

Linda foto, aliás é o q não falta por aqui.
Dia e sol, almas gêmeas, assim como noite e lua o são.
Bjs

Everson Russo disse...

Um lindo dia de carinho e paz pra ti....beijos...

Uelton Gomes disse...

Linda palavras com uma bela foto.

Andei sumido, tudo anda meio corrido, trabalho, faculdade consomem meu tempo. Aos poucos vou retornando as atividades.

Abraços

Dani Pedroza disse...

"Nos passos seguros, os caminhos bifurcados."

Gostei muito disso. Penso mesmo que a segurança dos passos nada tem a ver com a geografia, com aclives, declives, estradas em perfeito estado, terrenos complicados. A segurança dos passos não está nos pés, nem no coração, está na alma. Há quem tenha pés tortos, insista em andar em terrenos difíceis, há quem tenha o coração sempre em ebulição, batendo sempre em atropelo, mas há dentro dessas pessoas uma coragem, uma certa "tranquilidade" que garante a segurança dos passos. Mesmo quando não se sabe ao certo onde ir. São pessoas que continuam caminhando apesar de qualquer coisa. Andarilhos. Acho que você conhece bem alguém assim, não ? rs

Estava com saudade de vir aqui com a calma que você e eu merecemos. Bjs !!!

Dani Pedroza disse...

Ah sim, já ia esquecendo. Estou morando em Niterói sim. Ao menos, pelos próximos 3 anos. É amiga, você gosta de andar e eu, de mudar... rs. Bjs.

Le Vautour disse...

Ô, imagem deliciosa que se me formou agora na mente...
Abraçããããoooo!

Fabiano Mayrink disse...

Paula que linda imagem, sabe quando tiro alguma foto de paisagem que acho muito bonita, fico reparando nem parece que foi eu que tirei rs, o sol junto com todas estas nuvens me me trouxe uma imagem de tranquilidade e repouso, sabe eu gosto tanto do mar, que sinto falta so de olhar, um abraço!