segunda-feira, 23 de agosto de 2010


Estava postando luminárias no outro blog e só depois encontrei esta foto.

Jardim da casa de Mai, em Nova Friburgo - Rio de Janeiro

Uma pessoa ma(i)ravilhosamente acolhedora e inteligente.



26 comentários:

Mai disse...

Só você, Paula. Sem palavras...
Você me faz bem.
Um abraço e um sorriso largo.

Vivian disse...

...pelo jardim também se
conhece a alma do dono.

linda imagem!

bjs, querida!

Osvaldo disse...

Paula;

Qu bom gosto tem a nossa querida Mai. E gosto além da luminária retro, os anões de jardim que sempre achei simpáticos mas algo misteriosos.
Aqui está também uma cidade que conheço bem e que também conheci ainda no final dos anos 60 que é Nova Friburgo, cidade fundada por emigrantes suíços no século XIX da região de Fribourg, Gruyère e Bulle. Voltei lá várias vezes e sempre parava em Cachoeiras de Macacu porque tenho lá amigos que não me perdoariam se eu passa-se sem parar.
Quanto a uma visita a Olinda... não está fora de cogitações porque além de ser uma cidade que sempre me impressionou por sua beleza, também é uma cidade onde eu já fui muito feliz!...
bjs, Paula.
Osvaldo

Garota Misteriosa disse...

Bonitinha d+ a luminária de jardim...

Gostei da foto, traz sensação boa:)

myra disse...

que linda casa, bem um pedaço, Mai deve ser uma pessoa "e tanto"!!!
beijos às duas,

Daniel Savio disse...

Muita vezes as pessoas carregam uma luz dentro de si que nos encantam...

Fique com Deus, menina Paula Barros.
Um abraço.

Everson Russo disse...

Linda foto,,,lindo o lugar.....beijos de bom dia.

claudete disse...

A Mai é tudo isto e muito mais sabe ser uma pessoa que na sua riqueza intelectual , no seu crescer pontecializa a humildade dos que sabem ser grande...disponível e solidária.
Parabéns por este momento fotográfico .
Abraços.

Uelton Gomes disse...

Olá PAula.

Gostei dos Duende em volta da luminária.

Abraços

Pelos caminhos da vida. disse...

Lindo post, gostei mesmo, agora vou conhecer o blog de Mai, e vou ver tb o blog de sua mãe.

beijooo.

C@urosa disse...

Olá minha querida amiga Paula Barros, bela imagem e o verde sempre predominando.As luminárias nos transporta para momentos passados. Será nostalgia?

forte abraço

C@urosa

Uma aprendiz disse...

Que delicia de lugar!

beijos

Multiolhares disse...

pela forma como escreve só pode ser uma pessoa linda
Bj

Eurico disse...

Mai-ravilha de jardim! srsrs

abração.

Paulo disse...

Tá. E o que a luminária tem a ver com as palavras e as imagens e as poesias.
Sentir-se-á ela ali, solitariamente deslocada?
Sei lá.

Beijo, Paula

Celina disse...

Oi Paula bom dia, gostei muito da sua visita e comentário.As minhas filhas são todas professouras, eu digo a elas brincando, que estão pagando algum débito do passado.pensa que elas gostam ficam brabas dizem que amam o que fazem.O seu post é muito bonito a sinceridade dos amigos alegra qualquer coração. um abraço carinhoso Celina.

Ana Lu disse...

Que lugar lindinho! E amo essas luminárias antigas
*_*
Beijoss

Maria Dias disse...

Mai é gente fina...Um dia quem sabe ainda vamos nos conhecer moramos tao pertinho!

Maria Dias disse...

Mas um dia tb quero conhecer vc !

Everson Russo disse...

Beijos carinhosos de bom dia pra ti querida,,,obrigado sempre pelo carinho dos comentaroios....

@philipsouza disse...

Paula,

muito bonito mesmo e mais bonito a valorização que vc faz....

bjaooo

Everson Russo disse...

Beijo carinhoso de bom final de semana pra ti querida....

Poeta Mauro Rocha disse...

Belo jardim para uma bela luminária e suas belas lembranças.

Tenha um ótimo fim de semana.

Bjs

HSLO disse...

é meu sonho ter um jardim em casa...acho lindo.

abraços

Mário Lopes disse...

Mai tem nome de luz e um jardim dentro da alma para os muito bons, os muito doces. Tiveste o privilégio, querida Paula, de entrar na sua casa pelos seus olhos, pelas suas mãos, pela sua boca. Por caminhos, enfim, que nós outros só levemente podemos descortinar. E como lhe fazes bem-ela o conta-é porque na tua alma também há um jardim com uma luminária de luz doce. Justo a dela. Para iluminar quem vos merecer.

Beijo terno para quem se quer bem, para a Paula e a Mai.

Ilaine disse...

Conheces a Mai pessoalmente, Paula? Que maravilhoso!

Mai, Paula... Pessoas encantadoras que iluminam minha vida. Obrigada! Beijo