quarta-feira, 24 de novembro de 2010



Ancora em teu peito
A corda que nos liga

Ancora na alma
O meu carinho

Sente chegar em teu cais
Os meus desejos

Na partida
Não desate todos os nós
Que nos ligam

Nem deixe naufragar
As boas lembranças

Parte
Segue a tua vida em mar aberto
Sentido os ventos ofertados
Enfrentando as ondas

Lembra
Estou em algum lugar dentro de ti
Porque já ancorei um dia o meu carinho
Na tua emoção






24 comentários:

Maria disse...

E ali ficarás para sempre, ancorada...
Muito bonito, Paula.

Beijos.

myra disse...

"nao deixe naufragar as boas lembranças" é impossivel!
lindo, querida Paula, tudoooooo!
beijos

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Paula...to super atrasado com meus comentários...acho que enrolado é a palavra mais correta...rs
Essa foto foi tirada em Portugal também?
Ficou muito bonito o poema...é um estilo que gosto, frases curtas em duplas e depois fechando com quatro versos, mas nem sei o nome disso, só sei que ficou bonito...parabéns amiga
Dei uma olhada nas suas fotos e nas do Armindo também...é uma outra arte que vai além do visual...parabéns aos dois...
Um abraço na alma
Bjo

Paula Barros disse...

Élcio,

A foto foi tirada em Recife. Enquanto trabalhava no período de carnaval, num local chamado terminal marítimo.

abraço!

Ana Lu disse...

Se você se arrepia com os comentários do Bárbaro, tenha certeza que eu sempre me arrepio com os seus! Cheio de energia boa, e muito carinho, assim como todos os seus textos!
A peça se chama Tudo Novo de Novo! Mas ainda faço um post falando sobre ela em si, um post onde tentarei controlar minhas emoções de estreante, hahaha. Mas já vou avisando que talvez seja difícil!
Beijos!

Eurico disse...

Um dos mais belos poemas que já li, dessa poeta-fotógrafa.
Eu entendi pq o Elcio perguntou por Portugal. Teu poema tem a aura de Pessoa, tem o ritmo de um fado, e tem a palavra saudade, ali, num cantinho.

Salve, Poeta.

(Deu vontade de pegar do pinho e musicar essa jóia raríssima.)

BRANCAMAR disse...

Querida Paula,

Este poema me disse muito, é tão lindo o final e tão verdade.
Vou guardar para ler mais vezes, posso?

Beijinhos
Branca

Jorge disse...

!Lembra
Estou em algum lugar dentro de ti
Porque já ancorei um dia o meu carinho
Na tua emoção"

Que grande metafora.. gostei.. :)

walter disse...

ancorado também o teu coração
por aqui ficou... para sempre!

que nunca partas daqui...!

lembro sempre de ti!

um beijo amiga Paula

walter

EDER RIBEIRO disse...

Na partida
Não desate todos os nós
Que nos ligam

Que coisa mais maravilhosa de ser lida e colhida, vou levà-los comigo. Bjos.

Gilson disse...

Paulinha, você como sempre dando um banho de criatividade e arte.

Essa estrofe mexeu comigo:

Na partida
Não desate todos os nós
Que nos ligam


Nem deixe naufragar
As boas lembranças

Abs

Vivian disse...

...ah que lindaaa!

um dos mais belos posts
onde imagem e palavras
formaram a verdadeira
poesia.

parabéns minha linda!

bjbjbj

Everson Russo disse...

Que o amor ancore definitivamente e não fique a deriva por ai,,,,beijos de bom final de semana pra ti.

Tatiana disse...

Esse tipo de ligação nos permite ir sabendo que temos para onde voltar!

Uma poesia linda e emocionante!

Um abraço carinhoso

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida Paula

Penso que o melhor
que podemos fazer por alguém que amamos,
é deixar este alguém partir.
Quem parte,
deixa lembranças,
e também nos leva em seus pensamentos.
Assim nos tornamos cúmplices
do que faz sentido a vida
e em algum momento
foi valioso para nós.


Suas palavras
trazem sentimentos
que alimentam o espírito.

Vivian disse...

...Paula querida,
alguns de seus comentários
em meus posts, os enriquecem
tanto que mereceriam outro
post no mesmo seguimento.

gosto demais da tua lucidez.

bj menina, e obrigada sempre!!

Uelton Gomes disse...

Olá Paula.

Estava sumido devo continuar assim até o final do ano, estou tentando organizar os pensamentos, buscando um ânimo novo.

Passei aqui pq estava com saudes de ver suas fotos que são sempre maravilhosas.

Um forte abraço.

tossan® disse...

Fico emocionado a cada foto de cais bem clicada e esta não é diferente. Me identifico demais com cais. A poesia escrita é linda, mas a foto em si é a poesia. Beijo

Olhos de mel disse...

Oie Paulinha; quanta ternura nesse poema! Lindo demais!Se Deus permitir a lembrança e a saudade,farão um novo encontro cheio de brilho e emoção.
Bom fim de semana! Beijos

Sonhadora disse...

Minha querida

Um poema lindo...doce e cheio de ternura.

Lembra
Estou em algum lugar dentro de ti
Porque já ancorei um dia o meu carinho
Na tua emoção

Maravilhoso simplesmente.

Deixo o meu carinho e um beijinho
Sonhadora

Mário Lopes disse...

Tens o dom de veres poesia em tudo em que os teus olhos pousam. E de nos transformares em barco que raramente se encontra ancorado, como a tua fotografia poderia sugerir. E que namora as águas que o viram nascer, armado das velas mprevisíveis do coração e amarrado ao vento certo, não se prendendo na canção das areias, sugeria eu. Navegando nas águas seguras das tuas palavras lindas, reflexos dos teus sentimentos mais genuinos.

Beijo doce.

Pena disse...

Fascinante Amiga:
VOCÊ é doce e linda no que faz, já deu conta?
"...Parte
Segue a tua vida em mar aberto
Sentido os ventos ofertados
Enfrentando as ondas

Lembra
Estou em algum lugar dentro de ti
Porque já ancorei um dia o meu carinho
Na tua emoção..."

Quanta beleza , pureza e encanto moram em si.
Divinal.
Abraço amigo de respeito. SEMPRE!
Com admiração constante ao seu precioso gigantismo genial.

pena

Bem-Haja, linda e perfeita amiga.
Adorei. Linda!

Daniel Savio disse...

Poesia bonita, mas só algumas coisas que valem para a gente ancorar o nosso coração...

Fique com Deus, menina Paula Barros.
Um abraço.

Armindo C. Alves disse...

Qual caravela frágil e pequena, navego ao sabor do vento na imensidão do Atlântico.
O rumo é traçado pelas ondas tocadas por vendaval em vagas de emoção.

Paula, que poema bonito o seu. Romantico e cheio de sentimento. Muito terno e emotivo.
Gostei muito.
********
Estive fora uns dias (trabalhando) e aproveitei para fotografar.
Me lembrei da Paula. Foram alguns dos seus lugares das férias.
Zona muito bonita. Irei publicando algumas espécies,e a minha interpretação do lugar.

Beijos.