domingo, 27 de fevereiro de 2011






Aquele espaço é céu, é mar. É amplo, horizonte largo, sem fim. É profundo. Sou a gaivota. Tanto voo, acrobacias no ar, na leveza do ser, me alimentando de brisa. Ou mergulho, me resgatando em lembranças.


16 comentários:

Marcelo Mayer disse...

é tudo e nada

Everson Russo disse...

Espaço onde a gente descobre todo o tamanho dos nossos sentimentos....o infinito...grande beijo de boa semanapra ti querida.

Maria disse...

A plena liberdade e sentirmos que todo o azul é nosso.
Por mim, mergulho...

Beijos, Paula.

Ana Lu disse...

É tudo tão grande né, tão sem fim! Resta a gente saber muito bem como aproveitar tudo isso, e que na maioria das vezes seja com leves acrobacias!
Beijos Paula!

Blue disse...

Espaço infinito,
céu sem limite,
mar sem fim.
Tudo tão grande,
um largo horizonte,
que abre apenas,
nosso coração às lembranças,
também,
afinal igualmente somos,
um poço,
sem fim!

Beijos

myra disse...

magnifica e magnifico!
beijos magnifica amiga!!!!!

mfc disse...

Olhar o seu voo é darmos largas à imaginação!

Dauri Batisti disse...

Legal... é isso ai... um texto sem mencionar outro texto, sem falar de uma outra palavra, de outrem, que te motivou; uma palavra apenas tua, bonita. Siga assim. Parabéns!

Daniel Savio disse...

É bonito ao olhar o mar deixar o azul se mesclarem...

Fique com Deus, menina Paula Barros.
Um abraço.

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Paula...

Poema curto, mas que voando ou mergulhando consegue encontrar o ponto, seja no céu ou no mar a liberdade de voar, mergulhar, navegar...

Um abraço na alma

Beijo

Jacinta Dantas disse...

Bom quando a gente consegue se fazer gaivota e livrar-se das amarras, e, caminhar com leveza e com graça na Graça de viver.

Um abraço e bom começo de semana.

Maria Dias disse...

Se tem um céu todo azul q pode fazer suas piruetas e mergulhar no profundo
das lembranças,com certeza vc é feliz(mesmo q por alguns momentos).Adoro pensar nos bons momentos...rs...

beijinhos

Maria

P.s.Por conta do curso e de um probleminha na Net tenho entrado pouco por aqui mas em breve voltarei com força total...Obigada por estar indo em meu Avesso mesmo assim.

Everson Russo disse...

Uma linda segunda feira pra ti amiga querida,,,paz, ,,poesia e carinho....beijos e beijos.

Vivian disse...

...o céu...o mar,
o espaço...a gaivota,
a liberdade, a inspiração,
e o poema.

isso chama-se VIDA!

bj, linda!

Garota Misteriosa disse...

É uma sensação de liberdade, poder ir aonde queres ir, e ter paisagens lindas por onde passar...

Gostei!

Bjus, e venha me visitar, post novinho, com direito a vídeo.

d'Alma disse...

Há espaços assim!... Amplos como o abraço que abraça o universo, pronto para abraçar o azul celeste do céu, sereno… Sem horizonte, sem limite!... Há espaços assim, seguros e misteriosos, tanto, quanto o mistério da liberdade que se deseja, e o voo sem limites permite!... A possibilidade do voo, das asas abertas, do adejar sobre a referência sem ponto, é um imenso lugar sem queda… sem direcção, sem a obrigação de estar onde se está, sem ter de ir onde se foi… como se… estar debaixo, sem estar em baixo, seja o estar em cima, sem estar por cima!... Sem peso, leve… como uma lembrança!... Como um beijo solitário que voa entre a memória dos céu que voam no coração de um pequeno beija-flor!




Boa semana







Abraço