sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Pensei em dizer-te

Fecha os olhos
Respira calmamente
Entra em contato com a tua respiração
Com o teu corpo
Com a tua emoção
A tua sensibilidade é do tamanho da tua pele

Respira, olhos fechados
Mente e alma abertas
Sente a brisa do meu olhar te olhando
Sente o perfume dos meus dedos te acariciando
Sente o afago da minha respiração te cheirando
Sente a minha alma te abraçando

Na imaginação posso estar contigo
Aconchegando os teus desassossegos
Embalando as tuas ideias
Colocando junto ao peito os teus sonhos
Alimentando os teus devaneios

Na imaginação
Se fechares os olhos
E se entregar à brisa
Sentirás teu corpo pulsando
Sentindo a ternura de ser tocado
Sentirás que a imaginação
É vento, é vendaval, é tornado, é brisa
É a única  liberdade de sermos

Agora sou brisa
Te acariciando
Por dentro e por fora
Sou a brisa
Que solta a tua imaginação
O sopro do beijo na tua sensibilidade
Sente

Fecha-os olhos
Na imensidão azul da tua alma
Mora todos os tipos de vento
Solta a imaginação
A única liberdade de sermos

22.07.10

8 comentários:

EDER RIBEIRO disse...

Coincidência, estou agora num jardim, está quente e de vez em qdo sopra uma brisa, lendo o teu texto tive a sensação de estar sentindo. Bjos.

Sonhadora disse...

Minha querida

Lindo e leve este poema...nadando em ternura...quase que se consegue sentir...tal a força das palavra.

Beijinho com carinho
Sonhadora

Vivian disse...

...viajei lonnnnge nestas
tuas palavras!

deixo afagos nesta alma linda!

mfc disse...

Que lindo poema sentido...
E eu estou a senti-lo!

Fie disse...

Quase um exercício de meditação, mas está mais para um exercício de libertação.
Lindo. ;*

Pena disse...

Oh, Preciosa e Divinal Amiga:
"...Na imaginação
Se fechares os olhos
E se entregar à brisa
Sentirás teu corpo pulsando
Sentindo a ternura de ser tocado
Sentirás que a imaginação
É vento, é vendaval, é tornado, é brisa
É a única liberdade de sermos..."

Sublime e extraordinário sentir doce e fabuloso.
Sabe, é perfeita no que concebe de maravilhar e encantar.
Adorei. Um poema doce e majestoso de pureza imensa.
Abraço amigo de respeito imenso.
Sempre a admirar a sua beleza e ternura.

pena

Bem-Haja, pela sua visita linda.
MUITO OBRIGADO.
É linda, sabe disso? De perfeição.
Adorei.

Elcio Tuiribepi disse...

Oi amiga...lindo poema, ele transmite calma, serenidade...
Cada estrofe teve um tamanho, então, o poema ficou livre como as suas palavras, não se prendeu a regras...
Bom quando isso acontece e a gnte deixa a escrita tomar a forma qu nos vem de dentro...
Um abraço na alma...bom fim de semana
Bjo

Everson Russo disse...

O gostoso dessa vida é ter esses sentimentos,,,fechar os olhos e se deixar levar pelas palavras,,,pelos sentimentos,,,por toques,,,suspiros,,,sonhos e desejos...grande beijo de bom final de semana pra ti.