segunda-feira, 2 de maio de 2011



Lá vem maio chegando, não tão de mansinho. Mês das flores. Mês das noivas. Mês das mães. Mês de Maria. Mês de tantas coisas. O mês quinto do ano. Lá se vai abril dando adeus, se juntando a janeiro, fevereiro e março. Abrindo espaço para maio desfilar seus dias, todos incógnitos, não sabemos como eles, os dias, vão se apresentar, como nós vamos reagir aos dias de maio. Alegres ou tristes? Coloridos ou sem cores? Doces ou amargos? Silenciosos ou barulhentos? É maio, trinta e um dias.

Sou eu neste caminhar de dias. Os dias vão passando por mim feito os degraus da escada rolante, passando, passando. Tento pisar firme, mas sou levada, o tempo tem uma pressa diferente da minha. O tempo é feito criança em parque de diversão, não para se eu quero que pare, não se cansa de rolar sob os meus pés, sobre a minha cabeça.

Tudo gira. Tudo passa. Tudo acontece. Vou me equilibrando nesta escada rolante dos dias, do tempo. É maio. É mais um mês. Vivo a vida real e a ilusão, com sabores e cores.

20 comentários:

Tatiana disse...

Oi Paula...
Os dias estão passando de forma acelerada... O mês de maio está aí pronto para vivenciarmos os seus dias com toda a nossa vontade, força e fé!
Queria aproveitar para agradecer as suas visitas, você é sempre atenciosa e comenta as postagens demonstrando muita observação e inteligência.Obrigada!

Tenha uma semana maravilhosa!
Beijo

walter disse...

Lá vem a Paula Barros, com os olhos vestidos de sol, abrindo clareiras de luz e de esperança por entre castelos de nuvens mescladas de branco e cinza!

Um beijo daqui... de Leiria - a princezinha do Lis!

walter

Benno disse...

quando mais o tempo passa, mais passa o tempo, como numa amputelha que grãos de areia acumula é o passar de nossos dias, mas o que é um simples grão de areia senão tudo que ainda temos? então, fazer desse dia algo especial é a única coisa a fazer. Beijos

myra disse...

acho que somos nos que passamos, nao o tempo...triste e lindo texto, minha querida paula,
um gde beijo com mto carinho

Samaryna disse...

Paula, o tempo físico é humano, sou dada ao tempo anímico, e esse é infidável. Percebo na tua crônica a aceleração da vida, tanto é que na capital os dias são curtos. Deixo o meu afeto.

Blue disse...

Pois Andarilha ainda bem que percebemos o tempo passar. Pior seria se não oviessemos mais, não achas?
Assim, deixa tudo girar. O girassol se vira também sempre pro lado do sol...

Beijo

Mari Amorim disse...

Que texto leve,gostoso de ler,Paula.
É tão bom acordar e viver cada segundo do dia,e a cada final de um dia não importando as dificuldades,ao fechar os olhos e sentir que estar vivo vale apena,e a cada dia,sentir no coração,sabores e cores!
Boas energias,todos os dias de sua vida!
Mari

Memória de Elefante disse...

Paula!

O tempo não tem explicação
corrói e transfigura,
expande ou empobrece conforme
a escolha de cada um.

...adoro o mes de maio!


Um beijo

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Com certeza mês de maio é o mais charmoso do ano. Beijos

Nanda Assis disse...

Adorei seu texto de hj, vc sabe falar da vida, com leveza, clareza e inteligente. E amor clafo!!

bjos...

mfc disse...

É mais um mês na nossa caminhada... mas um mês muito lindo!

Maria Dias disse...

O mês de Maio é lindo sim...Cheio de eventos e é tao feminino o mês de Maio...Temperatura mais amena e agradável e ainda é mês do meu niver( ou seja,mil e um motivos para gostar do mês de maio...rs).Mas passando por ele em teu texto...Me deparo com a vida passando como numa escada rolante, fiquei aqui refletindo sobre como vamos seguindo...Fluindo...Indo... para onde vamos?Nao sei.Só sei q estamos indo...Fluindo...Seguindo nesta vida louca e cheia das surpresas!

Beijos

Maria

João Ludugero disse...

Passe lá no meu blog.
Se gostar, me siga.
Felicidades, saúde
e alegrias duradouras, hoje e sempre. Já estou te seguindo.
Mega abraço iluminado.
João
www.ludugero.blogspot.com

Vivian disse...

...o importante é o equilíbrio
nesta escada sem fim.

o mais fica por conta do
SENHOR TEMPO!

por hoje estamos aqui...

amanhã...

bjbjbj

João Ludugero disse...

OLÁ, PAULA,
Boa noite!
Obrigado pela visita ao meu site.
Realmente a mensagem que te enviei foi igual a outras que enviei, ao que, desde logo, peço-lhe minhas desculpas. Prometo que vou voltar aqui muitas vezes, para apreciar seu blog, que, na verdade, é formidável. Que bom que gostou dos meus textos. Há bastante coisas postadas. Volte e se sinta em casa, pois será um prazer ter lá seus primorosos coments. Gosto de pessoas inteligentes e que tenham pensamentos inteligentes. Você certamente será uma amiga que poderei somar ao rol das minhas amizades. Mesmo que virtualmente, de longe, poderemos trocar ideias e debater outras. Deixo aqui meu sincero abraço e meus agradecimentos por ter me visitado. Volte mais vezes, sinta-se em casa, pois a casa é nossa!
São pessoas feito você que me incentivam a continuar escrevendo mais e mais. Estou deveras grato pelo apoio e pelas palavras carinhosas. Tenha um resto de semana supimpa, saúde e muita paz. Siga de bem com a vida. Mega abraço do seu mais novo amigo, João Ludugero.
Felicidades, sinceras (sem ceras).

tossan® disse...

É Paula o tempo passa correndo e só agora sinto isso na pele, mas deixa estar...Faz parte! Viva as mamães! Beijo

Sotnas disse...

Olá Paula, que tudo esteja bem contigo!
Belo texto, e bastante reflexivo também!
Gostei deveras das associações, o tempo como escada rolante sob seus pés a passar sem qualquer trégua, ou chance de sua interferência! Parabéns pelo belo texto!
Por cá venho feliz, e agradecer sua tão carinhosa e gentil presença lá, assim desejo a você e todos ao redor infinita felicidade, um enorme abraço e, até mais!

pires disse...

É Paula!!!Muito difícil esse essa rapidez da escada e o equilíbrio do tempo...Não esperam mesmo!! Saudade daqui!! Bjos!!

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

O tempo passa rápido.
Cada vez mais rápido.
No final de tudo
só restará o sabor
do que foi vivido,
sentido,
amado.
Assim que possamos a cada
dia,
amar melhor,
sentir melhor,
viver melhor.

Que o amor esteja sempre
em ti.

epee disse...

Maio... de maio. A mais... a maio. Um sabor... a maio. Um poema a mais... na poesia.. de maio.

Feliz maio, Paula.

¬