segunda-feira, 9 de maio de 2011



Maltrato o meu coração, a alma, os pensamentos, como quem amacia massa de pastel com rolo de madeira. Estico os sentimentos até doer, saudade, vontade, desejo, carinho, afeto, ternura...., me enrosco neles, ou eles em mim. Escuto Roberto Carlos, Chico Buarque, Antonio Zambujo...este último é daquelas paixões musicais inexplicáveis, ele canta parecendo que mastiga as palavras com calda de chocolate, saboreando cada frase, com um sorriso delicioso a escorrer na melodia. No meio da vastidão de sentimentos, alguns inexplicáveis, sinto-me feito um sobreiro sozinho nos campos alentejanos. São bonito os sentimentos. Mas é preciso podar, feito quem poda o sobreiro, para extrair dele matéria-prima. Podo os sentimentos, extraindo de mim sonhos vividos, sonhos não vividos, sonhos para serem vividos e sonhos e sentimentos para serem só sonhados.


foto: Alentejo-Portugal
Antonio Zambujo vai fazer show no  Rio de Janeiro,
em 25.05.2011
Bem que eu merecia estar lá.

9 comentários:

Samaryna disse...

Paula, este texto é tão doce que a melancolia intrínseca passa despercebida. Somente você consegue transformar um texto que de início parece triste em um descortina de pura poesia. Deixo o meu afeto.

Vivian disse...

...você tem uma intimidade
com as palavras, e eu fico
assim...embasbacada de
encanto.

bj, alma linda!

Sonhadora disse...

Minha querida

A vastidão das suas palavras, é a vastidão da planície que grita o silêncio, que adentra na nossa alma e nos solta os sentimentos.

Deixo beijinhos com carinho
Sonhadora

Desculpe...mas estou "roubando" a imagem, não resisto a uma bela foto do meu querido Alentejo.

Maria Dias disse...

Nossa Paula...senti tanta doçura nas tuas palavras q fiquei aqui simplesmente babando!rs...

A foto é linda!

Beijos

Maria

Maria Dias disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
myra disse...

todos os comentarios juntos, sao tambem o que eu senti ao ler tuas palavras,simples, sentido, sensivel, cheio de lindas emoçoes,
amei!!!!
beijos minha mais que querida Paula

epee disse...

Dormir sonhos para acordar a realidade. E assim a poesia, sem poda, cresce... nas frases não feitas, senão de... sentimentos. E entrega. Muita entrega.

¬
Boa semana, Paula.

pires disse...

Espetacular!!!!! Fique com Deus Paula!

BRANCAMAR disse...

Tu mereces tudo Paula, trata-te bem e sonha e vive...vive muito.

Beijinhos
Branca