sábado, 28 de maio de 2011





Você não voltou. Não me contou da sua ida, não disse adeus, nem até logo.  Deixou no ar uma possível volta. Gostaria de saber de você, dos seus dias, dos seus sonhos. Mas você silencia a expressão da melhor voz, a voz do pulsar da alma, da sua, da minha. Querendo evitar pensar que você pode estar doente, ou não está bem, penso que você faz uma viagem interessante ou que você se entregou a Maria. A Maria da Conceição, a Maria Auxiliadora, a Maria do Carmo,....., a Maria. Imagino que você está nos braços dela, que você a ama com a infinita dedicação e delicadeza que se deve amar Maria, e que você está protegido, amparado,  bem e que vai  voltar fortalecido, integrado mente, corpo e espírito, para me suportar e me deixar caminhar nos teus caminhos, eu sou Maria Paula, apenas mais uma Maria que te admira e que sente a tua falta.



11 comentários:

Samaryna disse...

Maria Paula, o seu texto aguçou a minha curiosidade, mas lógico que não vou lhe fazer nenhuma pergunta, pois cada texto cabe a quem ler o interpetrá-lo e como o tocou, digo que para muitos o no Maria traz uma dor devido o sofrimento da Mãe de Jesus, mas para mim tenho um significado maior, pois Maria soube, como toda mãe se dedicar ao filho para a sua missão, por isso que eu salvo toda Maria. Ave Maria, Paula, pois você também é Maria. Deixo o meu afeto.

Samaryna disse...

corrigindo: digo que para muitos o nome Maria...

Maria Dias disse...

...Como assim foi e nao voltou?Espero q nada de ruim tenha acontecido com ele,espero que seja só uma falha no meio de comunicação e que ele volte logo pra vc.

Beijocas

Maria

P.s.Sabia q me chamo Maria da Conceição?rsrsrs...Essa foi forte Paula!

Memória de Elefante disse...

A realidade é que nos comunicamos pouco, e mal, e somos assim.Essa é uma condição natural dos humanos, como nascer com algum defeito físico do qual não temos culpa,mas perturba.
Além disso, há no outro uma reserva de mistério, um desejo de privacidade, que se defende de intrusões, por mais ansiedade que isso nos cause.
As almas são individualidades entre as quais se constrói uma ponte,mas também se erguem paredes, que podem ser de vidro ou pedra bruta.Saber se comunicar é uma dádiva.

Que bela tua prosa!!!

myra disse...

se ainda nao voltou, vai ver que volta sem voce esperar!
enquanto espera, continua escrevendo teus entimentos, como estas lindas linhas!
muitos beijos, querida Paula

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Se não disse adeus... é porque vai voltar. Beijos,Paula e lindo domingo.

Memória de Elefante disse...

Paula!

Obrigada pela visita e palavras, bom final de domingo!

Paulo Francisco disse...

Mas eu volto, tá?
Um beijo

Blue disse...

Andarilha Paula e agora Maria Pensamento...
No dia certo, voltará, com certeza!

Beijo

Mari Amorim disse...

Paula,
A maior prova de amor,é saber a hora que devemos parar,seja para refletir,ou quando protegemos quem amamos!Infelizmente,neste santuário de Marias,também,existe a Maria Louca Virtual,onde suas orações são feitas de metáforas,que não colam mais!
Grande beijo!
Mari

Ilaine disse...

Há marcas de tristeza nestas palavras. É a procura e a espera: a incerteza. Todavia... ela poderá voltar! Beijo