terça-feira, 28 de fevereiro de 2012






Meus pés estão nas nuvens. Meus corações flutuam. Depois que descobri meus muitos corações, aceitei as taquicardias, e fico brincando com os corações que batem nos braços, nas pernas, na cabeça, no umbigo...e por aí vão os corações em cavalgadas.

Pulei da cama e chamei Deus para viver mais um dia comigo. Ah, acordei com vontade de conversar com ele sobre Deus. Mas eles estão distantes. E estão tão próximos, estão dentro, nestes corações acelerados. Então decidi escutar Deus. Vi folhas se jogando das árvores, dançando no asfalto. Vi o sol acariciando as copas das árvores. Escutei os bem-te-vis, sei que sempre cito eles nos meus textos, mas é porque eles existem. O céu está azul celeste brilhante. Entendi que Deus me sorria.

Então ele também falou comigo. E aí escutei melhor Deus. Me abracei, me beijei, me cheirei, fiz carinho nas minhas costas. Ele está distante. Por isso me acaricio. Mas hoje, pelo menos hoje, em algum momento do dia ficamos próximos. E eu flutuei.

Lágrimas escorreram. O semáforo ficou vermelho. Sorri. Foi bom o semáforo me lembrar de parar o coração acelerado. Acelerar nos cruzamentos das poesias é inflacionar a emoção. É inflar os pensamentos. É infração grave. É atropelar o dia que caminha lindamente na faixa esquerda do peito. O céu azul me abduziu. E ele, ufa!!!, me emocionou. Tirou meus pés do chão. Estou nas nuvens.


14 comentários:

Tatiana Moreira disse...

"O céu azul me abduziu. E ele, ufa!!!, me emocionou."

Quando isso acontece... É bom demais!!!
Temos a certeza de estar vivos!!!

Beijo

Lídia Borges disse...

Há neste texto uma vontade quase infantil de absorver a vida em orvalhadas quimeras.


Um beijo

disse...

Olá! Adorei seu blog, muito criativo! Também tenho um blog e gostaria que vc desse uma olhada. O endereço é: http://www.criticaretro.blogspot.com/ Passe por lá! Lê ^_^

Sonhadora disse...

Minha querida

Por vezes somos céu e luar...por vezes momentos de ternura, e é tão bom quando flutuamos assim.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

brisonmattos disse...

Ah...hummmmm...se toda felicidade fosse assim!

EDER RIBEIRO disse...

Paula, achei esse seu texto psicodélico, interessante e metaforicamente perfeito.

Seu comentário citando nelson gonçalves me fez lembrar da minha avó, e saber q vc gosta de ouvi-lo, não teve jeito, me levou as gargalhadas. Bjos.

mfc disse...

Estar-se nas nuvens é das sensações melhores que podemos ter!
Fico feliz por estares assim!
Beijinhos.

Maria Dias disse...

Acho que os bem-te-vis para vc são como as borboletas pra mim,estão sempre nos meus pensamentos(principalmente as borboletas amarelas).
Sim Paula,só quando freamos podemos ouvir Deus(a nossa voz interna)principalmente em dias azuis como o q vc narrou e flutuou.


Beijo

Maria

O Sibarita disse...

Está nas nuvens? Beleza fia!

Texto alegre, perfeito para o azul que seduziu, ou perdão, abduziu... kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Dona moça Paula que alegria contagiante este texto, excelente e se tivesse uma lua esparramada na sua janela seria melhor ainda, aiaiaaiaia... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

MIL!

O Sibarita

Paulo Francisco disse...

Eu ja falei, já fiz uma crônica, e vou novamente repetir: o seu céu é melhor que o meu.
Lindo texto.
Um beijo

Elcio Tuiribepi disse...

OLá Paula...

Acho que Deus está nesses momentos e naqueles onde a gente mais precisa e sem nos darmos conta Ele mostra o caminho, seja ele doído ou alegre, de alguma forma Ele nos mostra, nos dá, nos permite essa luz...ontem dei carona pra uma vovó indo para o trabalho...acho que Ele estava ali naquela hora...rs...é isso...rs
Um abraço na alma...fica om Ele...rs no coração e na alma
Beijo

myra disse...

estamos vivos? ou sonhamos que estamos vivos? acho que Deus tem mto que fazer para se lembrar de nos:)
voce me emociona com seus textos!!!
beijossssssssss

Cαmilα ♥ disse...

Gosto muito de metaforas relacionadas a nuvens...
Um beijO

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Maravilhoso ler teu texto. Então a esta hora, me fez sorrir pela foram elegante como vc coloca as palavras de forma subtil!

Bj